domingo, 27 de março de 2011

Review - Deviance (Web)

Deviance (Web)
(2011, Raw Tsal Prod.)

Poucos são aqueles que em Portugal se podem gabar de estar presentes durante um quarto de século. Os Web orgulham-se disso e com um relevante passado às costas continuam a olhar para o futuro. E continuam, como se apenas agora estivessem a começar, com uma pujança e uma vitalidade dignas de registo. Isso mesmo o confirma Deliverance, o mais recente trabalho da banda, um portento de thrash metal. Pegando em diversas pontas soltas de diversos sub-géneros dentro do thrash, que vão desde os Destruction aos Slayer, passando pelos Kreator e até Megadeth, o quarteto nortenho consegue fundir todas essas influências para criar um disco adulto, maduro e com uma identidade muito forte. Por vezes mais agreste e letal; por vezes mais suave e balanceado, os Web conseguem manter a bitola num patamar elevado de excelência fruto de um conjunto de temas diversificados e bem estruturados. As harmonias são de classe superior, os solos apresentam uma sensacional técnica, a secção rítmica é de um dinamismo assombroso, com as dinâmicas de bateria a assumirem um papel fundamental. A inclusão de elementos acústicos acaba por ser determinante na forma como a banda pretende e consegue criar diferentes cenários musicais. E dentro destes cenários ainda cabe um completamente inesperado: o doom. A primeira abordagem é feita no final de As We Crawl, mas é no fecho longo e épico com The Journey, um tema constituído por cinco partes, que essas alusões são mais notórias. Por isso, grande parte deste tema é um colosso de doom metal que acabara, naturalmente, por evoluir para algo mais thrash, apresentando ainda um soberbo solo neo-clássico. The Journey e, pois, o melhor momento do disco, mas seguido bem de perto por outros momentos que prometem ficar na historia do metal nacional, dos quais destacamos a compassada Mortal Soul, a rápida e técnica Resilient Casket, a hiper-diversificada e com um final bluesy House Of Salvation ou a mais brutal e agonizante Beautiful Obsession. Depois disto só pedimos aos Web que fiquem pelo menos mais 25 anos. A bem do nosso metal.

Tracklisting:
1. Life Aggression
2. Mortal Soul
3. Resilient Casket
4. Awake
5. As We Crawl
6. House Of Salvation
7. (In)Sanity
8. Beautiful Obsession
9. The Journey

Lineup:
Fernando Martins – baixo/vocais
Victor Matos – guitarras
Pedro Soares – bateria
Filipe Ferreira – guitarras

Internet:

Edição: Raw Tsal Prod.

Sem comentários: