segunda-feira, 7 de março de 2011

Review - Eye Of The Storm (Divinefire)

Eye Of The Storm (Divinefire)
(2011, Liljegren)

Os Divinefire formaram-se em 2004 através do compositor, guitarrista e baterista finlandês Jani Stefanovic (Am I Blood, Sins Of Omission, Essence Of Sorrow, Miseration e The Weakening) e do vocalista Christian Liljegren (Golden Ressurection, Audiovision, Narnia). Na altura também fazia parte o baixista Andreas Passmark (Royal Hunt, Narnia, Rob Rock e Stormwind). Com a sua estreia em 2004, Glory Thy Name, criaram um estilo único de metal e receberam muito boas críticas em todo o mundo. Agora com o seu quinto álbum, mantém-se a combinação entre o peso do metal extremo com as melodias sinfónicas e o hard rock, ao mesmo tempo que lhes junta belas harmonias vocais. O resultado é uma mistura tremenda e que leva o ouvinte para uma ilustre viagem musical. Para este trabalho, as principais novidades são a saída de Passmark e o recrutamento do vocalista German Pascual. E um dos momentos altos e mais extraordinários são mesmo o cruzamento das vozes de Liljegren e Pascual, sendo que Stefanovic também dá uma ajuda em Hold On. O som em Eye Of The Storm é metal poderoso, majestoso e melódico no seu melhor e inclui ainda duas novas gravações de dois dos maiores sucessos da banda: The Worlds On Fire e Never Surrender.

Tracklisting:
1.Time For Salvation
2. Hold On
3. Uunchain My Soul
4. Bright Morning Star
5. To Love And Forgive
6. Even At My Lowest Point
7. Send Me Out
8. Masters & Slaves
9.The Worlds On Fire
10. Never Surrender
11.Masquerade
12.Close To The Fire

Lineup:
Christian Liljegren –Vocais
German Pascual –Vocais
Jani Stefanovic – guitarras, baixo, bateria e orquestrações

Internet:

Sem comentários: