quinta-feira, 2 de junho de 2011

Review: Oceanic (Blacksunrise)

Oceanic (Blacksunrise)
(2011, Raging Planet/Raising Legends)

Dez anos depois da sua formação e mantendo apenas João Padinha da sua formação original, aí estão os Blacksunrise de regresso após um hiato que vem desde 2007, altura em que editaram Engulf The World In Frozen Flames. Claro que pelo meio houve a edição do EP I Am The Sea, em 2009. Musicalmente também houve alterações na sonoridade da banda: o seu death metal/hardcore dos primórdios foi sendo substituído por um death metal mais melódico. Quanto a este Oceanic, que mantém a temática da água como elemento preponderante nos conceitos do coletivo, pode dizer-se que aborda o death metal com mais brutalidade e, simultaneamente, com mais competência técnica. Ou seja, a banda volta a rodopiar sobre si própria e esquece os momentos hardcore de The Azrael mas também a melodia de Engulf The World In Frozen Flames. Por isso assina um terceiro disco que acaba por se revelar o mais equilibrado e variado da sua carreira. Por aqui se podem ouvir verdadeiros momentos de brutalidade pura como Crowning Neptune’s Wrath ou Metamorphosis. Mas também existem momentos compassados, refinados e envolventes: I Am The Sea, com a participação de Sofia Silva (ex-Neoplasmah) ou Must Be Purged (com a participação de Jerónimo e Filipe Correia dos Concealment), são os melhores exemplos.

Tracklist:
1. Inhale-Exhale (Intro)
2. Physalia Physalis
3. Atlantida
4. Crowning Neptune’s Wrath
5. Asgard Dies
6. I Am The Sea
7. Must Be Purged
8. Flesh
9. Adamastor
10. Deep Without Mercy
11. Metamorphosis

Line-up:
Sérgio Batista – vocais
João Padinha – guitarra ritmo
Cláudio Santos – guitarra solo
Luís Santos – baixo
Paulo Santos - bateria

Internet:

Sem comentários: