sábado, 3 de setembro de 2011

Review: A Divina Maldade (Inkilina Sazabra)

A Divina Maldade (Inkilina Sazabra)
(2011, Edição de Autor)

Embora não seja vulgar, são várias (e bem sucedidas) as experiências de musicar textos (poesias ou prosas). No entanto, assim de repente, não nos lembramos que em Portugal uma aventura destas tenha tido lugar com um álbum completo. Por isso Carlos Sobral (Cryptor Morbious Family) e o escritor Pedro Sazabra uniram esforços: o segundo escreveu o livro Liberdade Obscuridade e o primeiro musicou os textos escritos. Este álbum acaba por ser composto por 15 temas, correspondendo cada um a um capítulo do livro de Sazabra. Musicalmente, Carlos Sobral aposta numa toada fortemente eletrónica onde a manipulação dos sons assume especial destaque, sendo criadas diversas paisagens e atmosferas sinistras, frias, negras, quase alienígenas. Quase sempre os temas são construídos com essas manipulações sonoras de uma forma não muito complexa, despidos de grandes artefactos, para permitir que as palavras disponham do espaço merecido e que as personagens de cada história possam aparecer nas suas mais variadas formas: loucas, maléficas, libertinas, obscuras. E é bom que os temas estejam construídos desta forma, porque, de facto, os escritos contidos em Liberdade Obscuridade são de extrema qualidade. Claro que, a espaços, Carlos Sobral consegue incorporar alguns laivos de tecnicismo e melodia, numa forma de manter a diversidade do disco e também de enriquecer as próprias personagens. Para quem busca a diferença este é um álbum perfeito, distante dos habituais clichés comerciais (extremos ou não). Embora, claramente, este não seja um disco de metal. É antes arte. Pura e simples.

Tracklist:
1.       A Luta
2.       Dez Anos Depois
3.       A Divina Maldade
4.       Liberdade, Obscuridade
5.       Do Oceano Surge o Livro
6.       Árvore Assassina
7.       Medo, Loucura
8.       Amor com Aprovação de Euclides
9.       Divagações de Aquele que Grita
10.   A Tragédia é Tua
11.   Homem Menino
12.   A Frágil e a Bela
13.   Assassino Solitário
14.   O Caminho
15.   O Bêbado
Line up:
Pedro Sazabra – textos e vozes
Carlos Sobral – músicas, instrumentos e vozes adicionais
Internet:

Sem comentários: