domingo, 25 de setembro de 2011

Review: Say Goodbye To Diamonds (Dirty York)

Say Goodbye To Diamonds (Dirty York)
(2010, Edição de Autor)

E se de repente inventassem uma máquina do tempo que nos levasse até aos anos 70? Pois bem, fiquem descansados os mais saudosistas porque os Dirty York fazem precisamente o inverso. Isto é, trazem para os dias de hoje as sonoridades dessa época dourada. O que se ouve em Say Goodbye To Diamonds é hard rock da mais pura linhagem, descendente de nomes como Led Zeppelin, cruzado com rock sulista de uns Lynyrd Skynyrd e onde nem sequer falta um ligeiro e delicioso travo blues/country com a inclusão subtil mas brilhante de harmónicas e secção de metais. Este é já o segundo trabalho da banda, editado ainda no ano de 2010, mas que só agora chega à europa. Mas não chega tarde o suficiente para que os europeus se deliciem com um dos discos mais fantásticos dentro deste género que se têm publicado nos últimos anos. Say Goodbye To Diamonds é ele próprio um diamante puro. Puramente retro, sem artificialismos, com uma capacidade inata de se tornar agradável de uma forma natural, este é um disco que faz falta na discografia de qualquer fã de hard rock. O uso da slide guitar é genial e o inconfundível som da Gibson Les Paul é aqui tratado de uma forma simplesmente soberba. Temas como Born With A Broken Heart, Tied Up, Black Friday, Stop The Rumors ou Foolish Side, fazem a mais que perfeita homenagem aos nomes anteriormente citados. Mas mais, buscam no baú das memórias as raízes de muito do rock que hoje em dia é feito e projetam-nas num futuro que se prevê promissor para este quinteto de Melbourne. Indiscutivelmente, Say Goodbye To Diamonds, é um disco de classe única a descobrir.

Tracklist:
1. Born With A Broken Heart
2. Deep Water
3. Tied Up
4. Spin The Miracle Dice
5. Black Friday
6. Can’t Scare The Devil In Me
7. World Is Blinding
8. Miss You
9. Stop The Rumours
10. Foolish Side
11. Get It On (Original Hideaway)
12. All Been Done Before
13. Move On Walk Away

Line up:
Shaun Brown - vocais
Luke Teys - guitarras
Benny James - guitarras
Luka Szpakolski - bateria
Patch Brown - baixo

Internet:

Sem comentários: