sábado, 8 de outubro de 2011

Review: Somewhere In America (Cornerstone)

Somewhere In America (Cornerstone)
(2011, Atom Records)

Se é verdade que a Áustria é conhecida como a capital da música clássica, não é menos verdade que alguns nomes da cena rockeira tem lá surgido denotando inegável classe. Os Cornerstone (não confundir com os dinamarqueses do ex-Royal Hunt, Steen Mogensen) assinaram em 2008 com a norte americana Atom e no mesmo ano lançaram Head Over Heels, um trabalho que lhes permitiu entrar em tournée na Europa e Estados Unidos. Talvez, com base nas experiências vivenciadas na terra do Tio Sam, surge agora Somewhere In America, o segundo trabalho do quarteto. Este é um trabalho que se centra numa linha de pop/rock alternativa, assim mais ou menos na tendência de uns The Gathering (na sua fase mais pop) ou, se preferirem de Agua de Annique. Formada a base, a banda elabora um conjunto de diversas estruturas de extremo bom gosto, que fazem da simplicidade o seu ponto forte e que potenciam um disco de sonoridade refrescante, de uma leveza assinalável e de audição muito agradável por campos do rock melódico, suave e sensual. Por momentos, o AOR/hard FM surge para criar, ainda assim, os mais belos momentos do disco, com um conjunto de temas seguramente apetecíveis para as ondas radiofónicas. Citam-se como exemplos as belíssimas Rise And Shine e High And Low, claramente dois picos de excelência. O que não deixa de ser referenciável é o facto de os Cornerstone conseguirem criar todas essas diversas atmosferas e coloridos sem necessitarem de recorrer a efeitos especiais em estúdio. É tudo fruto da tal simplicidade desarmante que já se referiu e de uma postura muito emotiva que se retrata na escrita de verdadeiras canções. Canções simples para pessoas simples; canções com sentimento para pessoas com sentimentos.

Tracklist:
01. Stay
02. Rise And Shine
03. Breathing For You
04. Right Or Wrong
05. Like A Stranger
06. Follow You, Follow Me
07. Being Unaware
08. Oblivious
09. High And Low
10. Strut

Line up:
Patricia Hillinger - vocais
Michael Wachelhofer – baixo, teclados e vocais
Steve Wachelhofer – guitarras e vocais
Mike Pawlowitsch - bateria

Internet:

Edição: Atom Records

Sem comentários: