sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Review: Feed The Extermination (Vendetta)

Feed The Extermination (Vendetta)
(2011, Massacre Records)

Os menos jovens certamente se lembrarão dos thrashers germânicos Vendetta. Estes veteranos iniciaram as suas funções no final dos anos 80 tendo lançado dois álbuns em 1987 (Go And Live… Stay And Die) e 1988 (Brain Damage) pela então influente Noise International. Depois de um hiato de quase 20 anos, e aproveitando o novo boom que o thrash metal old school tem vindo a ter, deu-se o regresso com Hate, em 2007 e agora, quatro anos depois, Feed The Extermination. Sem concessões, este é precisamente um desses álbuns de thrash metal da velha guarda, a destilar Bay Area por todos os poros. Claro, não se deve esquecer a escola germânica do género, também ela muito marcante. Por isso, de Sodom, Kreator e Destruction a Overkill, Metal Church ou Testament, todas essas lembranças vêm à nossa memória. Desde a capa, aos riffs, aos solos, às melodias, aos registos vocais. Sem dúvidas: isto é thrash metal do bom! Com uma ligeira aproximação ao progressivo, notória, por exemplo na soberba Tremendous Brutality, os Vendetta fazem uma abordagem ligeiramente diferente mas que não afeta em rigorosamente nada a sua atitude e poder. Outra forma bem interessante de contornar a sistemática agressividade surge em Abuse um longo tema onde os registos acústicos são dominantes. Terminando como começamos: os menos jovens lembrar-se-ão dos Vendetta e por isso têm mais que motivos para festejar mais um disco da banda; os mais jovens que, eventualmente, não conheçam, têm em Feed The Extermination uma boa justificação para os procurarem.

Tracklist:
1.  Feed The Extermination
2.  Tremendous Brutality
3.  Cancer
4.  Ovulation Bitch
5.  Storage Of Anger
6.  Dog In The Manger
7.  De-organ-izer
8.  Abuse
9.  Trust In God
10. Til I’m Dead
 
Line up:
Mario Vogel - vocais
Frank Schölch – guitarras
Klaus Ullrich – guitarras e baixo
Thomas Krämer - bateria

Internet:



Edição: Massacre Records

Sem comentários: