terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Review: Rostrot (Eisregen)

Rostrot (Eisregen)
(2011, Massacre Records)
Os mórbidos deathsters Eisregen frequentemente assaltam os tops de Alemanha e Áustria, atingindo alguns lugares de relevo, como aconteceu com o 27º posto com Schlangensonne. Por isso, Rostrot, cujo EP de avanço, Madenreich, já havia deixado boas indicações, é apresentado pela sua editora como tendo potencial para entrar no Top 30. Se o irá conseguir ou não só o tempo o dirá, mas uma coisa é certa a sua editora tem apostado muito forte neste novo trabalho dos germânicos e as expectativas são, realmente, muito altas para o nono trabalho de estúdio depois de uma espera de ano e meio. Para isso muito contribui uma carreira de 16 anos sem quebras que culminam em mais um conjunto de dez temas frescos, originais e descomprometidos. Ou se preferirem, mais dez supremas histórias do seu vocalista M. Roth. Como exemplo, Bewegliche Ziele mostra-nos o fim trágico de um assalto a um banco com a polícia a reféns a servirem de alvos. Ou Kathi das Kuchenschwein nas sua referências a um deus que, realmente existe, mas que acima de tudo odeia a humanidade e crianças gordas. Rostrot impressiona pela variabilidade sonora que os Eisregen conseguem imprimir: desde blastbeats extremos e uma incontida raiva em Schakal: Ode an die Streubombe ou Wechselbalg até hinos como Rostrot ou groove atmosférico em Fahles Roß e Ich sah den Teufel. Pelo meio ainda há espaço para a inclusão de partes que se poderiam apelidar de bandas sonoras e uma referência especial para o tema Madenreich que promete ser o próximo hit da banda, um dos pontos mais altos das suas próximas apresentações ao vivo. Voltando a gravar nos Klangschmiede E com o produtor Markus Stock (já lá vão oito anos!), os Eisregen atingem em Rostrot os seus objetivos de sempre: sem compromissos e sem copiar outras bandas. Por isso este é mais um ponto a destacar numa longa e irrepreensível carreira.

Tracklist:
1. Erlösung
2. Schakal: Ode an die Streubombe
3. Madenreich
4.  Ich sah den Teufel
5. Blutvater
6. Bewegliche Ziele
7. Kathi das Kuchenschwein
8. Wechselbalg
9. Fahles Roß
10. Rostrot
11. Madenreich   (Live in Mogadischu/Somalia 2013)

Line up:
M. Roth - vocais
Yantit - bateria
Bursche Lenz – guitarras, baixo
Dr. Franzenstein  -  teclados

Internet:
 

Edição: MassacreRecords

Sem comentários: