sábado, 17 de dezembro de 2011

Review: Terra Incognita (Coronatus)

Terra Incognita (Coronatus)
(2011, Massacre Records)
A sensação com que se fica quando se começa a ouvir Terra Incognita, quarto álbum de originais para os alemães Coronatus é que eles vão de peito feito e ar desafiador invadir o feudo dos senhores deste género (leia-se Nightwish). E de facto, Terra Incognita parece ter argumentos suficientes para fazer frente ao trabalho dos finlandeses, com riffs fortes, pianos e guitarras acústicas de belo efeito, excelentes jogos vocais (cortesia da nova dupla de vocalistas, uma que se estreia, Mareike Makosch e outra que regressa Ada Flechtner), diversos breakdowns, muita melodia cravejada de apontamentos góticos, folk e sinfónicos e utilização de diferentes línguas. Até à quinta faixa, este álbum atinge níveis de brilhantismo assinaláveis. Desde a abertura forte e melódica com Saint Slayer até à sentida (que apesar de tudo se inicia com um war metal à lá Turisas) Vor der Schalcht, há por ali muitas paisagens diferenciadas que merecem ser destacadas e, acima de tudo, ouvidas e absorvidas. Ao sexto tema, o álbum começa a endurecer. Hateful Affection é a faixa mais densa, pesada e obscura do disco e em The Kleriker apresenta-se a mais complexa composição assumindo aqui os coros uma posição de relevo. A partir daqui entra-se em campos que se aproximam do projeto paralelo de Erik Rutan, os Alas, com os riffs a terem uma posição mais destacada, mas sem hipotecar outras influências folk/medievais. A temática religiosa também aqui é abordada com duas faixas com orações em latim (Der Kleriker e In Signo Crucis) ajudando a criar outros ambientes no álbum. Seja como for, esta segunda metade parece-nos menos brilhante que a primeira e Terra Incognita acaba por perder pelo facto de os Coronatus não conseguirem manter a mesma linha de qualidade ao longo de todo o trabalho.

Tracklist:
1.     Saint Slayer
2.     Fernes Land
3.     Dead Mans‘ Tale
4.     Sie Stehen Am Weg
5.     Vor der Schlacht
6.     Hateful Affection
7.     Der Kleriker
8.     Das Zweite Gesicht
9.     In Signo Crucis
10.   Der Letzte Freund
11.   Traumzeit
12.   Terra Incognita


Line up:
Ada Flechtner - vocais
Mareike Makosch - vocais
Psalm 87 - teclados
Aria Keramati Noori - guitarras
Dirk Baur - baixo
Mats Kurth - bateria
 
Internet:
 

Edição: Massacre Records


Sem comentários: