quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Entrevista: Us & Them


É oficial: falar de hard rock em Portugal tem que se incluir Us & Them. A banda gaiense está de regresso com um novo lineup, um novo EP, Jack Class, e um conjunto de temas que eleva o seu hard rock a patamares únicos de intensidade e atitude. Ricardo, guitarrista, falou-nos do que há de novo no seio dos Us & Them.

Antes de mais, obrigado por se disponibilizarem, mais uma vez, a responder para Via Noturna. Em primeiro lugar, o que têm feito os Us & Them desde Highway 19?
Obrigado nós pela oportunidade. Os Us & Them desde o lançamento do seu primeiro EP têm tocado em vários palcos pelo país todo, quer em festivais, concursos ou concertos em bares, a sua formação original alterou-se e por fim lançámos este novo trabalho, Jack Class.

Este Jack Class é um passo em frente na vossa carreira. Concordam?
Sim, sem dúvida. É o nosso segundo título mas o primeiro em várias questões. Quase metade da formação é nova, temos influências mais variadas e temos outras atitudes, princípios e ideias. Jack Class revela a nossa evolução na música e na nossa forma de ser ou estar. Mais que um CD com 5 músicas, é a nossa cara.

De que forma preparam este novo EP?
Adaptamo-nos facilmente às novas tecnologias e aos tempos em que vivemos. Temos divulgado bastante através das redes sociais que a internet nos disponibiliza e gerido um sistema de newsletter que nos é muito útil. Para além disto, prevemos apresentar brevemente algumas datas de concertos de apresentação do novo trabalho e continuar, como sempre, a percorrer o país em nome desta promoção do EP Jack Class e da nossa paixão pela música e pela estrada.

Tiveram alterações no vosso line up. De que forma isso se reflete neste novo trabalho?
De uma forma bastante fundível. A nova guitarra rítmica trouxe composições mais dinâmicas e preencheu espaços rítmicos que se tornaram essenciais. A nova voz mostra mais garra e é o reflexo da nossa forma de ser e viver. No fundo foram alterações bastante saudáveis que curar alguns problemas que havia anteriormente.

O facto de agora serem um quinteto, com dois guitarristas a tempo inteiro (chamemos-lhe assim) potencia a forma como a composição é realizada?
Sim. A nossa forma de compor é espontânea. Não existem regras nem influências do público, do mercado atual, nem do local onde estamos. O dinamismo sobressai-se, as ideias surgem, os “buracos” preenchem-se e tem um resultado muito mais artístico.

Em Jack Class voltam a incluir Don’t Mess With Me que já aparecia, em versão live, em Highway 19. Porque sentiram a necessidade de a voltar a incluir?
Após Highway 19 estivemos um pouco ocupados com a nossa necessidade de melhorarmos artisticamente, em todos os aspetos, e também tivemos uma agenda bem composta. Entretanto a formação alterou-se e a adaptação e a agenda de 2011 ocuparam um pouco do tempo, e por isto, as novas composições ficaram um pouco esquecidas. No entanto, é um dos nossos temas preferidos pois achamos que é dos que nos mais caracteriza.

Para já este trabalho pode ser descarregado gratuitamente do vosso site, certo?
Sim, está disponível para download livre. O nosso interesse é divulgar e portanto não queremos impor limites na sua escuta.

Mas irá ou não haver uma edição física do mesmo? Para quando a data de lançamento?
Haverá edição em formato físico, sim. Infelizmente aconteceram alguns imprevistos com o seu lançamento mas esperamos que esteja disponível no concerto de apresentação de Jack Class, ainda por anunciar a data e local, mas já em preparação.

E em termos de concertos, como estão as coisas?
Ainda estamos um pouco concentrados na promoção do EP e nos seus pormenores. No entanto, estamos em contacto com vários locais e pessoas, e esperemos que haja notícias em breve.

A terminar, existe algo mais que queiram referir?
Só queremos rockar, nada mais!

Sem comentários: