domingo, 19 de fevereiro de 2012

Review: My Dynamite (My Dynamite)

My Dynamite (My Dynamite)
(2012, Listenable)

Está definitivamente de regresso a febre dos anos 70, tantos são os coletivos que tem vindo a recuperar de uma forma muito positiva, refira-se, algumas das sonoridades que preenchem, ainda, o imaginário de muitos fãs. Da Austrália, país de onde já nos chegaram os Dirty York (por exemplo), apresentam-se os My Dynamite com o seu trabalho homónimo a ser lançado, de forma algo atípica (ou nem tanto se considerarmos o caso dos 77) pela francesa Listenable. O som analógico está muito presente num disco com uma produção tipicamente setentista de um hard rock bem preenchido com um ligeiro feeeling country e blues e onde a slide guitar e a harmónica marcam a sua presença de forma indelével. Led Zeppelin e Creedence Clearwater Revival são alguns dos nomes que nos vêm à memória durante a audição deste My Dynamite, um trabalho muito homogéneo, de bom nível (ainda assim, alguns furos abaixo da genialidade demonstrada pelos seus compatriotas anteriormente referidos), cheio de energia e vitalidade e com um conjunto de temas muito easy-listening. Destes, destacaríamos Take It Or Leave It, Inside Out, Big Attraction ou All That She Brings, numa proposta claramente aconselhada para os mais saudosistas.

Tracklist:
1. Take It Or Leave It
2. Inside Out
3. If We’re Livin’
4. Dirty Game
5. Watch Yourself Grow
6. Raise Your Glasses
7. Singing Stormy Weather
8. Big Attraction
9. All That She Brings
10. Fork In Your Tongue

Lineup:
Patrick Carmody –vocais
Jorge Balas - guitarras
BennyWolf - guitarras
Travis Fraser - baixo
Simon Aarons - bateria

Internet:

Edição: Listenable

Sem comentários: