sábado, 11 de fevereiro de 2012

Review: Xenogenesis (Darkside Of Innocence)

Xenogenesis (Darkside Of Innocence)
(2012, Infektion Records)

Algo de misterioso se deve passar no Reino de Sophia! E isto porque este regresso dos Darkside Of Innocence se revela algo… estranho. Basicamente porque o disco só tem 26 minutos e isso era, habitualmente, gasto quase que só numa música. Independentemente de se ter perdido muito daquela áurea mística e épica, este Xenogenesis tem muito do que era o passado D.O.I.. Há lá black metal, prog, clássico, jazz e gothic tudo bem embrulhado em jogos melódicos agradáveis. Só que agora aparece tudo muito mais compilado, mais condensado, já que os temas são, substancialmente, mais curtos. E isto significa que há mais coisas a acontecer por unidade de tempo. Resultado: maior complexidade, jogos mais complicados de desvendar. Problema: a criação de momentos confusos que se acentuam fruto de uma produção mais crua e menos criteriosa (pelo menos na cópia digital que nos foi fornecida) com alguns instrumentos (incluindo vocais) menos percetíveis. Ainda assim, há por aqui alguns apontamentos que nos dizem que estes Darkside Of Innocence apenas estão a experimentar caminhos novos, não se limitando a repetições. Ou seja, há aqui alguns momentos com muita qualidade. Desde logo saltam à vista os apontamentos jazz em Dulcifer Tragoedia (quanto a nós o melhor tema do disco). Mas outros se poderiam referenciar: o misto de prog/atmosférico com final à la In The Woods… em Thanatos ou o longo lead (praticamente a música toda) a acompanhar os vocais femininos em Eros. Portanto, para quem esperava uma segunda parte de Infernum Liberus EST, esqueça. Xenogenesis é diferente. Será melhor ou pior? Sinceramente, não sabemos. A complexidade é tanta que só o tempo permitirá esclarecer. Mas uma coisa é certa: Xenogenesis não vai deixar ficar ninguém indiferente.


Tracklist:
1.      Lux
2.     Airian
3.      Dulcifer Tragoedia
4.      Nox Omega
5.      Eros
6.      Thanatos
7.      Ego
8.      D’Eus


Line up:
Pedro Remiz – vocais
Sara e Sandra Henriques - vocais
Rui Santos, André Reis e David Silva - guitarras
João Arcanjo - baixo
Pedro Bandeira - bateria


Internet:
www.myspace.com/darksideofinnocence
www.myspace.com/doistreeteam
http://pt-pt.facebook.com/darksideofinnocence
http://www.reverbnation.com/darksideofinnocenceofficial






Edição: Infektion Records

Sem comentários: