sábado, 25 de agosto de 2012

Review: Momentum (Neal Morse)

Momentum (Neal Morse)
(2012, Radiant)
 
Ainda há cerca de um ano falávamos do sensacional álbum que foi Testimony 2 e já Neal Morse está regresso com mais um trabalho: Momentum, um álbum composto por cinco canções e uma peça conceptual de mais de meia hora de duração. Acompanhado do núcleo duro do costume (Mike Portnoy e Randy George) Neal Morse aposta neste Momentum numa sonoridade mais próxima do heavy metal progressivo do que propriamente do rock progressivo um pouco mais introspetivo que havia marcado forte presença em Testimony 2. Em termos comparativos, poderemos dizer que este novo disco se aproxima mais de Sola Scriptura, por exemplo. Abrindo com um tema, diríamos tradicional, o tema título, o álbum evolui para Thoughts Part 5, que continua o legado Thoughts iniciado ainda nos Spocks Beard. Um tema com belos jogos vocais (também apanágio do trabalho do norte-americano) e uma seção final monstruosa de técnica e criatividade. A linha pinkfloydiana sente-se, de seguida, na mais introspetiva faixa, Smoke And Mirrors, um dos mais belos momentos de todo o disco. Withering Sky é mais um tema que segue a linha habitual de Morse: progressivo até a medula, cheio de pormenores e arranjos sublimes. Freak é a grande novidade de Momentum. Um tema upbeat, com forte componente das cordas num registo como Neal Morse nunca havia tentado. E ainda bem que tentou, porque é outro dos momentos mais altos do disco. A fechar, o épico World Without End, peça conceptual que reúne todos os elementos que definem Neal Morse como um mestre dentro do seu género e que, uma vez mais se voltam a encontrar para fazer mais um disco de grande nível e qualidade.
 
Tracklist:
1.      Momentum
2.      Thoughts Part 5
3.      Smoke And Mirrors
4.      Weathering Sky
5.      Freak
6.      World Without End
 
Line-up:
Neal Morse – teclados, guitarras e vocais
Mike Portnoy – bateria
Randy George – baixo
 
Internet:
 
Edição: Radiant Records

1 comentário:

Orlando Loureiro disse...

Espero que seja mais um excelente trabalho! Quando sai?