terça-feira, 2 de abril de 2013

Review: Some Kind Of Poetic Destruction (Factory Of Dreams)

Some Kind Of Poetic Destruction (Factory Of Dreams)
(2013, Prog Rock Records)
(4.4/6)
 
Hugo Flores está de regresso com o seu quarto trabalho sob a denominação Factory Of Dreams, a sua principal preocupação, nos tempos mais recentes. Some Kind Of Poetic Destruction é mais um trabalho na veia dos três anteriores deste projeto onde o destaque vai para mais uma excelente prestação da vocalista Jessica Lehto. No entanto, e ao contrário do que tinha acontecido em Melotronical, o multi-instrumentista teve mais tempo para trabalhar os temas e isso nota-se neste álbum que se mostra mais homogéneo e equilibrado que o seu anterior. E também se nota um passo em frente em termos de qualidade de composição. Aqui o que se verifica é quase um cruzamento entre os momentos de ficção científica progressiva típica dos primeiros trabalhos e o aumento do peso, quase a aproximar-se do metal extremo. Esta tendência já havia sido assumida em Melotronical mas agora regressa de forma mais evidente (até em termos vocais) mas também mais bem conseguida. Veja-se o exemplo em Travelling. Some Kind Of Poetic Destruction é um título genérico poético para um álbum conceptual sobre as aventuras de Kyra, uma misteriosa personagem que transporta as chaves do nosso destino. Com este tema por pano de fundo, Hugo Flores criou 10 temas e uma introdução (o álbum traz ainda uma versão de um antigo tema, Playing The Universe e a versão vídeo de Seashore Dreams) onde as passagens atmosféricas se cruzam com doses maciças de possantes guitarras, sensuais linhas de pianos, estruturas complexas e alterações rítmicas tudo conjugado com uma densa parede sonora. E ainda enriquecido com excelentes duetos vocais, partes narradas e alguns brilhantes apontamentos de violino. Como sempre também, este é um disco que precisa de várias audições até se tornarem claras as diversas camadas sónicas que o compõem. Por isso é um disco de lenta absorção mas que mais uma vez vem demonstrar a qualidade do metal progressivo feito em Portugal.
 
Tracklist:
1-Prelude                                                     
2-Strange Sounds                                          
3-Escaping The Nightmare                         
4-Angel Tears                                            
5-Seashore Dreams                                    
6-Dark Season                                            
7-Sound War                                              
8-Hope Garden                                          
9-Travelling                                               
10-The Neutron Star                                   
11-Join Us Into Sound                                
12-Playing The Universe                            
13-Seashore Dreams (video version)        
 
Line-up:
Hugo Flores – todos os instrumentos
Jessica Lehto – vocais
 
 

 
Internet:
 
Edição: ProgRock Records

Sem comentários: