quarta-feira, 15 de maio de 2013

Entrevista: Stala & So

Nascidos como So em 1997, só recentemente se transformaram em Stala & So, tendo vivido muitos anos como um projeto paralelo. Play Another Round é o segundo trabalho do coletivo finlandês, com a chancela de qualidade da Escape Music. A este respeito fomos conversar com Stala, não podendo nunca deixar de passar pelos Lordi e por Hard Rock Hallelujah, momento histórico do Eurovision Song Contest.
 
Olá Stala, obrigado por despenderes algum do teu tempo respondendo a Via Nocturna! E deixa-me dar-te os parabéns pelo excelente álbum que apresentam. A primeira pergunta talvez seja habitual: tendo surgido em 1997 porque é que Play Another Round é apenas o vosso segundo álbum?
Bem, eu e o Nick começámos a banda por volta de 97 e na altura a banda chamava-se apenas So. Para fazer curta uma história longa, em 2000, eu entrei para os Lordi e passados alguns anos, também o Nick. Isso significava que não tínhamos propriamente tempo para esta banda. Foi mais como um projeto paralelo ao longo tempo. Em 2010 comecei a fazer um álbum solo, que se viria a transformar no primeiro álbum de Stala & So. Além disso, só então se completou o line-up.
 
Uma das vossas principais características é a atitude positiva. De onde vem tanta positividade?
Somos pessoas muito positivas. Já existem muitas bandas negativas, especialmente na Finlândia. (E não me refiro a banda Negative). O rock ‘n’ roll deve ser divertido e é assim que quero fazer. Queremos entreter o nosso público, não entediá-los de morte.
 
Há quem diga que o glam está morto ou que estagnou na década de oitenta, mas vocês provam que essa é uma premissa errada. Sentem-se como uma banda glam? E como se revêm nos dias de hoje?
A nossa imagem também tem muitas influências das bandas britânicas dos anos 70. Essa é a parte interessante de estar numa banda. Podes vestir-te como um rockstar, mesmo que às vezes possa parecer estúpido. Mas não, não nos consideramos muito como uma glamband, é mais uma coisa circense.
 
Apesar de serem uma banda muito experiente nunca recusam outras experiências. Por isso participaram no Festival Eurovisão da Canção, na Finlândia. Como foi esse momento?
Essa foi uma experiência divertida. E realmente ajudou-nos a juntar a banda de novo. Foi um bom trampolim para a banda e muita publicidade grátis.
 
Como falaste que estiveste nos Lordi e por falar em Festival Eurovisão da Canção, como viveste o momento de terem vencido o festival há uns anos atrás?
Eu e o Nick estivemos ambos nos Lordi. Eu como Kita (baterista) e Nick como Kalma (no baixo). Eu estava de regresso quando o Eurovision aconteceu, Nick tinha acabado de deixar o grupo. Embora seja ele que toca baixo no Hard Rock Hallelujah.
 
Como vieram parar à Escape Music?
Andava à procura de editoras para licenciar o álbum fora da Finlândia. Em menos de uma hora, a Escape entrou em contato connosco e queria ouvir o álbum inteiro. E logo quiseram editá-lo. Isso diz muito sobre as pessoas que lá trabalham. Falamos de Paixão. No mundo da música isso é raro hoje em dia.
 
Como têm sido as reações até agora?
Os fãs adoram o álbum e também há muitas boas críticas. Só espero que as pessoas que gostam de rock melódico tenham a oportunidade de ficar a conhecer a nossa música.
 
The Boys Are Having Fun é o primeiro vídeo extraído deste álbum. Na minha opinião, trata-se de uma excelente escolha, porque é uma das melhores músicas do álbum...
Bem, obrigado. Quando a escrevi com meu amigo, senti que tinha algo lá dentro. E também é uma peça divertida de se tocar ao vivo. Tem vibrações muito positivas. A maioria do material foi tocado durante a nossa última tournée europeia com os Vain (EUA). E como podes ver os rapazes estão a divertir-se.
 
Como está a vossa colocação nos tops finlandeses?
Entrámos no Top 50 da Finlândia. Isso é um grande passo até porque, é um trabalho com o nosso próprio selo independente. É muito difícil competir com as grandes empresas num mundo de “ídolos” formatados. Mas nós fizemo-lo, graças aos nossos fãs leais.
 
Já estão em tournée? E há algo mais previsto?
Sim, agora andamos em tournée na Finlândia. Esperamos poder fazer uma outra pela Europa no próximo outono. Nada confirmado ainda, mas espero que em breve.
 
A terminar, dava-te a oportunidade de acrescentares mais alguma coisa a esta entrevista…
Bem, a toda a gente que leia isto, confiram o nosso novo álbum e espalhem a palavra. Divirtam-se!

Sem comentários: