RIP - Malcolm Young (AC/DC) - We Salute You!

Review: After The Blackout (Sugarman)

After The Blackout (Sugarman)
(2013, Diversity Records)
(4.6/6)
 
Segundo álbum para o artista Noah Sugarman que assim apresenta um conjunto de canções de audição agradável onde explana todas as suas influências desde The Beatles a James Brown. Assumindo a quase totalidade dos instrumentos, Sugarman dá um passo em frente neste seu novo registo dando um completo significado ao termo alternativo. A riqueza de sonoridades é depois completada com um conjunto de convidados que, cada um à sua maneira torna marcante a sua presença. A guitarra acústica está presente, mas a distorção também. Claro que esta distorção surge sempre (ou quase sempre) controlada introduzindo o rock em diversos outros estilos. Principalmente a pop que aqui aparece muito bem disfarçada de apontamentos country e até sulistas. Mas After The Blackout também é um álbum que convida à reflexão, pelo menos em alguns momentos mais tranquilos. Chamam a Noah Sugarman um artista de americana. E se isso representa um sentimento americano, então isso é verdade porque After The Blackout tem uma sonoridade de rock americano bem definido. Audição fácil, descomplexo, potenciador de bons momentos sonoros, eis After The Blackout.
 
Tracklist:
1.      Ladders
2.      Bloodline
3.      City Hall
4.      Who Does
5.      Thunder
6.      My Brain
7.      My Face
8.      My Teeth
9.      Heroes & Heroines
10.  Baby King
11.  Just Enough
 
Line-up:
Noah Sugarman – vocais, guitarras, baixo, piano, percussão
Ryan Malott – guitarras
Kevin Hogle –bateria
David Rhodes Brown – slide guitar
Scott Hlavenka – guitarras
Al Kraemer – órgão
Molly Sullivan – vocais
Evan Paydon – contrabaixo
 
Internet:
 

Comentários