terça-feira, 25 de junho de 2013

Review: On The Guest List (The Vibrators)

On The Guest List (The Vibrators)
(2013, Cleopatra Records)
(5/6)
 
Como o próprio nome deixa transparecer, On The Guest List é um disco onde os veteranos The Vibrators, banda de culto do punk britânico trabalham em conjunto com uma série de convidados. São 19 personagens que emprestam os seus dotes aos 16 temas do álbum. Entre os nomes mais sonantes encontram-se Brian James dos The Damned, Hugh Cornwell dos The Stranglers, Nicky Garrat dos U. K. Subs, Ross The Boss dos The Dictators ou Campino dos Die Toten Hosen. Essencialmente, a participação destes convidados centra-se no trabalho de guitarra, mas também há algumas participações ao nível dos vocais, uma no baixo e, eventualmente, a mais relevante de todas (pelo menos por ser mais inesperada) a de Mickey Finn (Cold Blue Rebels) na harmónica no brilhante tema de encerramento do disco, Voodoo Eye. Musicalmente, On The Guest List é um disco de punk rock. Ponto! A simplicidade e energia do género estão aqui bem representadas num disco que, ainda tem tempo, para apresentar um par de canções com excelentes linhas melódicas, algumas vezes até algo pop. Dentro da linha mais melódica citaríamos principalmente Baby Baby, Birdland Is Closed e Rock’n Roll Clown (com travo country), embora Every Dog, Prisoner In The Mirror (a tocar o rockabilly) e One More, também sejam bastante apelativas a esse nível. Do lado oposto, The Ohio e Long Beach Police são, dentro da vertente mais punk rock, os temas mais fortes, duros e crus. Os convidados emprestam os seus atributos a todos os temas, enriquecendo-os. Para além de Voodoo Eye e da sua estonteante harmónica, destaque ainda para os solos de Wayne Kramer (MC5) em Prisoner In The Mirror a criar, em quase a totalidade da música, uma segunda linha melódica. Este é um formato que se repete, com mais ou menos tempo de exposição, em View From My Cadillac, 2nd Skin e Automatic Lover. E que é um dos aspetos mais interessantes de On The Guest List. E que também ajuda, juntamente com os outros aspetos antes referidos, a que este trabalho do quarto britânico seja um disco muito apetecível, principalmente para aqueles que se revem no punk rock.
 
Tracklist:
1.      View From My Cadillac
2.      2nd Skin
3.      Automatic Lover
4.      Every Dog
5.      Prisoner In The Mirror
6.      Turn Up The Heat
7.      Rain To Town
8.      Baby Baby
9.      Birdland Is Closed
10.  One More
11.  My Stalker
12.  Rock ‘n’ Roll Clown
13.  The Ohio
14.  Whisps And Furs
15.  Long Beach Police
16.  Voodoo Eye
 
Line-up:
Knox – guitarras e vocais
Eddie – bateria
Pete – baixo e vocais
Nigel Bennett – guitarras
 
Com:
Eddie Spaghetti (Supersuckers)
Dan “Thunder” Bolton (Supersuckers)
Wayne Kramer (MC 5)
Brian James (The Damned)
Hugh Cornwell (The Stranglers)
Nicky Garratt (U. K. Subs)
Leonard Graves Phillips (The Dickies)
Stan Lee (The Dickies)
Ross The Boss (The Dictators)
Chris Spedding
Walter Lure (The Heartbreakers)
Bill Davis (Dash Rip Rock)
Tomomi Nabana (Detroitseven)
James Donovan (The Dead Tricks)
Lorne Behrman (The Dead Tricks)
Tony Lovato (Mest)
Mickey Finn (Cold Blue Rebels)
Campino (Die Toten Hosen)
Ty Segall
 
Internet:
 

Sem comentários: