segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Review: Odyssey Dawn (Payload)

Odyssey Dawn (Payload)
(2013, Shadow Records)
(5.0/6)

Odyssey Dawn é o primeiro longa-duração dos finlandeses Payload, sucedendo à demo Bad Coffee (2009) e ao EP Last Action Hero (2010). Diversas e sucessivas alterações de line up têm estado na origem de algumas alterações sonoras no trajeto do coletivo que, finalmente, estabilizaram neste trabalho. Um cruzamento entre o heavy metal clássico e o speed/thrash metal, com referências a Iron Maiden e/ou Megadeth. De uma maneira geral os 9 temas presentes em Odyssey Dawn têm grandes riffs e doses suficientes de groove. No entanto o melhor mesmo são os solos. É que quando os temas chegam a essa fase, como que se transfiguram para melhor. Pelo lado negativo referimos alguma monotonia que acaba por aparecer com o desenvolver do disco bem como um trabalho vocal nem sempre muito bem conseguido, na nossa opinião. Ainda assim, pelo menos a primeira metade do disco (lá está, antes da monotonia se instalar) os Payload assinam um belíssimo conjunto de canções. Considerando que a banda apenas tem apenas 5 anos de existência acreditamos que venha a ser um nome emergente da cena finlandesa, quando a estabilidade e uma maior experiência forem conseguidas.

Tracklist:
1.      War Machine
2.      Wasted (Matinkylä)
3.      Wounds
4.      Poison Cure
5.      Lie
6.      Nails
7.      Odyssey Dawn
8.      Natostan
9.      Unleash

Line-up:
Risto Sundberg – vocais
Vic Lausas – guitarras
Iikka Luhtamäki – baixo
Mika Mönkkönen – bateria

Internet:


Edição: Shadow Records

Sem comentários: