terça-feira, 8 de outubro de 2013

Review: The Start Of Something New (Benesser)

The Start Of Something New (Benesser)
(2013, Doolittle Group)
(5.4/6)

Em surdina e nos meandros já se vinha a falar deles. Agora surge a confirmação da qualidade deste trio sueco. The Start Of Something New é o título de estreia do álbum e é, na realidade, o começo de algo novo. Novo e muito bom. Imaginem um cruzamento entre algo alternativo, progressivo, hard rock, post-rock e até blues. Parece confuso mas na realidade é o menu que os Benesser nos apresentam. Assim à primeira vista surgem nomes como Rush, Coldplay e Muse com os quais conseguimos encontrar alguns pontos de contacto. A música apresentada é pesada e agressiva mas é contrabalançada por passagens atmosféricas muito dinâmicas. E ainda é por vezes frágil e emocional. Os vocais de Robert Olsson são sensacionais, apresentando uma amplitude de registos significativa, variando sequencialmente entre graves e agudos e até suaves falsetes. Comprovem-no, por exemplo em Where Silence Prevails, soberbo tema de abertura ou no final levado ao limite dos agudos em For The Eyes Of The Lord. Henric Hermansson tem uma delicada forma de tocar que faz com que alguns dos seus solos cheguem a arrepiar. Ouçam o solo blues em Is It You ou os solos de Colors, Sleepless Nights ou For The Eyes Of The Lord. São momentos de grande beleza. E por falar em beleza, seria injusto não referir os dois momentos simultaneamente mais longos e mais belos de todo o disco (aliás até já referidos): Is It You e For The Eyes Of The Lord. Tamanha beleza é impossível de descrever em palavras. Simplesmente ouçam e deixem-se transportar. Noutras fases os Benesser são mais musculados e menos adocicados, mas é precisamente desta miscelânea de emoções que se faz um grande disco como The Start Of Something New.

Tracklist:
1.                                        Where Silence Prevails
2.                                        Babyface
3.                                          Is It You
4.                                          Colors
5.                                        Where O Death
6.                                        Sleepless Nights
7.                                          Signs Of Time
8.                                       For The Eyes Of The Lord
9.                                        The Start Of Something New

Line-up:
Robert Olsson - Lead Vocals and bass
Henric Hermansson – Guitars
David Olsson – Drums

Internet:


Edição: Doolittle Group

Sem comentários: