sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Review: Schatzsuche (Elmsfeuer)

Schatzsuche (Elmsfeuer)
(2013, Totentanz Records)
(5.5/6)

A pirataria é o tema dominante deste coletivo germânico que apresenta Schatzsuche como seu trabalho de estreia. O que desde logo salta à vista é a existência na banda de um violino e de um acordeão. Isto, associado à indumentária do coletivo e a toda a envolvente conceptual, cria, de facto, uma sensação de pirataria que a música também acaba por confirmar pelo seu lado mais positivo. Música de piratas, marinheiros e afins, cruzada com elementos folk, sonoridades mais ou menos medievais e bastante metal são, em suma, o que nos propõem estes Elmsfeuer (não confundir com outros germânicos já aqui abordados, os Elmsfire!). E reparem que a inteligente conjugação de violino, acordeão e guitarras acústicas cria um conjunto de sensações verdadeiramente indescritíveis. Agora imaginem esses cenários musicais juntos com coros, com belas melodias, com hinos de saque, com ritmos festivos de bebedeiras nas tabernas e ramboia nas docas… e podem ter uma ideia da riqueza que este coletivo aqui apresenta. A melhor sequência de todo o álbum começa com Die Schlange e com um suave acordeão e violino antes de uma reação; continua com Beim Klapperbautermann, instrumental soberbo com a melodia principal a ser criada pelo mesmo dueto a dividir o protagonismo com os riffs; e a espetacular balada que é Der Seemann. Os momentos mais heavy vêm na forma de Unterm Sichelmond e Der Zerbrochene Krug, sendo que a primeira cruza esse peso com influências sul-americanas e algo de Diablo Swing Orchestra (sem a componente dos metais). Já Tavernenspektakel e Seeräuberleyd são os momentos mais festivos, mais de ambiente de taberna, cheios de alegria, ritmo e… bebida! Note-se que a presença de acordeão e violino não ofusca a prestação dos instrumentos tradicionais do rock. Pelo contrário, os Elmsfeuer conseguem criar uma conjugação espetacular entre os dois polos. E é também por isso juntamente com a qualidade das canções criada que Schatzsuche é um disco extremamente agradável e que se aconselha vivamente a sua audição.

Tracklist:
01 – Intro
02 – Schatzsuche
03 – Klaus Störtebeker
04 – Das Wahre Leben
05 – Tavernenspektakel
06 – Die Schlange
07 – Beim Klapperbautermann
08 – Der Seemann
09 – Seeräuberleyd
10 – Unterm Sichelmond
11 – Der Zerbrochene Krug
12 – Weltenrand

Line-up:
Käpt´n Wirti: vocais e guitarra acústica
Dargon: guitarras
Anni: acórdeão
Franzi: violino
Doc Holsch: baixo
Simon: bateria

Internet:


Sem comentários: