sábado, 7 de dezembro de 2013

Review: The Fiction Maze (Persuader)

The Fiction Maze (Persuader)
(2014, Inner Wound Recordings)
(4.9/6)

A começar o novo ano, e oito anos depois de When Eden Burns, aí está o regresso dos suecos Persuader no seu estilo americanizado de fazer dark power/thrash/prog metal num cruzamento entre Iced Earth e Nevermore (bem, também deve ser considerada alguma influência germânica – Blind Guardian). The Fiction Maze, que marca a quarta editora para quatro álbuns, é um álbum poderoso, com idênticas doses de musicalidade e agressividade, diversidade rítmica, variabilidade vocal e apontamento técnicos de relevância. Um trabalho avassalador de bateria, guitarras musculadas, vocais fortes e complementados com alguns momentos mais berrados, muito groove, são as principais caraterísticas de um disco que chega a tocar o thrash/death metal a espaços. Para quem prefere os momentos mais extremos, chamemos-lhe assim, aconselham-se os extremos (One Lifetime, War, The Fiction Maze e Falling Faster). Por outro lado se procuram mais musicalidade, fiquem com o miolo, nomeadamente temas como Deep In The Dark, Son Of Sodom (grande malha, complexa e com uma amplitude vocal assinalável) e Heathen. Num ou noutro campo, assinala-se a mestria técnica dos Persuader. E, naturalmente regista-se o regresso de um dos melhores coletivos suecos do seu género.

Tracklist:
01. One Lifetime
02. War
03. The Fiction Maze
04. Deep In The Dark
05. InSect
06. Son Of Sodom
07. Sent To The Grave
08. Heathen
09. Dagon Rising
10. Worlds Collide
11. Falling Faster

Line-up:
Jens Carlsson - vocais
Fredrik Hedström - baixo
Emil Norberg - guitarras
Daniel Sundbom - guitarras
Efraim Juntunen – bateria

Internet:


Sem comentários: