sexta-feira, 23 de maio de 2014

Review: Nebulae (Heylel)

Nebulae (Heylel)
(2014, Independente)
(4.9/6)

Narciso Monteiro nome com formação na Escola de Jazz do Porto e com experiência nos The Gama GT Blues Project, projeto de blues em português aventura-se numa nova aventura: Heylel. Desde logo o que salta à vista é a espetacularidade do aspeto visual, numa apresentação cuidada e de elevado profissionalismo. Uma forma impressionante de apresentar o produto musical que se saúda! No que ao conteúdo diz respeito, a surpresa é a palavra de ordem. Nebulae divide-se em 4 atos num total de 11 temas, sendo que há uma introdução, uma outro e duas covers de King Crimson e Emerson, Lake & Palmer. Pela escolha dos temas apresentados como versões poderemos ser levados a supor que se trata de art/prog rock o que aqui se apresenta. Também é, mas Nebulae vai muito mais além. Heavy metal, hard rock, folk, jazz, gótico, clássico, sinfónico são diferentes cenários que vão desfilando ao longo do álbum. Muitas vezes atmosférico, com a utilização de belas passagens de piano e de guitarra clássica acompanhadas pela celestial voz de Ana Batista, sendo que a distorção surge a espaços e sempre muito bem controlada. No fundo, este é um trabalho acima de tudo intimista, introspetivo e até minimalista. De Pink Floyd (introdução Hope) a Epica (inicio em latim de Watcher Of The Light), passando pelos Todesbonden (fase posterior de Watcher Of The Light), Blackmore’s Night (o ritmo folk em Wings Of Eternity), Daemonia (a sonoridade sinistra e assustadora do fecho Embrace The Darkness), e chegando a Ayreon/Ambeon e aos nacionais Factory Of Dreams (pela componente científica e pelas estruturas mais metalizadas), de todos (e ao mesmo tempo de nenhum!) se aproxima esta proposta. De nenhum, porque Heylel é uma entidade de forte personalidade. E Nebulae um disco que não se apresenta de fácil audição. Por vezes belo e frágil evolui para momentos complexos e jazzísticos que exigem muita predisposição para a sua audição. Um daqueles discos que só a exploração através de muitas audições o levará a compreender na plenitude. Mas acreditem que vale bem a pena tentar!

Tracklist:
1.      Hope
2.      The Prophet
3.      Watcher Of The Light
4.      Altar Ego
5.      The Sage
6.      Deeper
7.      Wings Of Eternity
8.      I Talk To The Wind
9.      The Great Abstinence
10.  Sometimes
11.  Embrace The Darkness

Line-up:
Filipe Braga – bateria
Narciso Monteiro – guitarras, teclados
Ana Batista – vocais
Sérgio de Meneses - baixo

Internet:

Sem comentários: