quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Entrevista: Skyconqueror


Under The Pentagram é o segundo álbum dos alemães Skyconqueror, seis anos depois da estreia Hellstory. Um álbum que prova que o genuíno e tradicional heavy metal está bem vivo. O vocalista Daniel Hiller, a. k. a. Demondawn, falou-nos das peripécias que envolveram este disco e de um futuro que já não contará com um dos membros fundadores, Jan Tappert.

Olá Demondawn! Tudo bem? Obrigado pelo teu tempo despendido com Via Nocturna e parabéns pelo vosso grande álbum! Para começar, podes apresentar os Skyconqueror aos metaleiros portugueses?
Bem, em primeiro lugar obrigado pela oportunidade de nos entrevistares. Estamos muito bem, exceto uma gripe que surgiu no final do outono! Os Skyconqueror são uma banda de heavy metal direto fundada nos arredores de Münster (norte da Alemanha ocidental) no início de 1997 por Jan Tappert e Carsten Stiens. Desde 1998 lançaram três demos e dois longa duração, dos quais Under The Pentagram é o mais recente, lançado em julho de 2014. Este disco tem mais de trinta reviews com pontuação igual ou superior a 75/100. Também foi criticado por Götz Kühnemund que recentemente começou uma nova revista alemã de metal, a Deaf Forever. Essa review veio na primeira edição da Deaf Forever, o que nos deixou muito orgulhosos. Também fizemos vários espetáculos ao longo dos anos, principalmente na Renânia do Norte-Vestfália, com audiências que vão desde alguns metalheads até uma multidão de mais de 700 pessoas. E temos desempenhado o nosso papel num filme underground chamado Fate & Destruction.

Under The Pentagram é o vosso novo álbum, seis anos depois de Hellstory. A que se ficou a dever este hiato?
Para ser honesto, tivemos problemas com o planeamento para a escrita de novas músicas e ensaios em geral. Nós não conseguimos ter uma programação contínua e tornamo-nos um pouco preguiçosos. Isso mudou com as gravações de Under The Pentagram. A gravação das nossas novas músicas empurrou-nos de volta à pista, e agora, desde então, temos horários muito apertados. Pode dizer-se que se acendeu o fogo em nós novamente.

De facto, começaram a gravar estas músicas em dezembro de 2012, certo? Foi muito tempo nas gravações... As músicas tiveram bastante tempo para amadurecer?
Bem, nós somos uma banda composta por músicos a tempo parcial. Embora isso pareça engraçado, há uma parte séria nesta declaração. Como não entramos diretamente no corredor da fama, temos empregos comuns para poder pagar as nossas contas. Por isso, dedicamos o resto do nosso tempo, aquele que foi deixado depois de estarmos com os nossos entes queridos e a trabalhar, para gravar as novas músicas. Também queríamos acertar desta vez, pelo que trabalhamos até termos as gravações que combinassem com as nossas expetativas. Mas estás certo, as músicas amadureceram com o tempo que passamos nelas.

Mas tudo correu bem nas sessões de gravação, certo?
Sim. Achamos que gravamos músicas muito boas. E isso foi confirmado nas várias reviews de todo o mundo em que temos uma média de 75/100 pontos.

E por falar da vossa música, como descreverias Under The Pentagram para quem não vos conhece?
As músicas apresentadas em Under The Pentagram são heavy metal direto, com influências principalmente do metal dos anos 80, mas também um pouco de black e thrash metal e até mesmo um pouco de punk.

Estamos, portanto, a falar do verdadeiro espírito heavy metal. Como na década de 80, como dizes. É por isso que surge uma música como Sanctuary Of 83?
Sim, exatamente! Essa é uma canção de homenagem ao movimento metal com uma grande quantidade de alusões às bandas de rock e metal dos anos 80. Basta olhares para a tua coleção de discos. Vais notar que alguns dos teus álbuns favoritos foram lançados em 83! Pelo menos é o caso das nossas coleções!

As reviews têm sido, como já referiste, muito boas. Surpresos ou não?
Não, não propriamente. Como queríamos criar este tipo de estilo e tivemos tempo suficiente para o terminar, não estamos realmente surpresos - os comentários apenas vêm confirmar que desta vez fizemos as coisas certas.

E existe uma realidade atual que não pode ser negada: basta olhar para os novos trabalhos de Accept, Black Sabbath, Judas Priest... as pessoas precisam deste tipo de heavy metal!
Claro! Sendo fãs de metal verdadeiramente pesado, nós próprios estamos a honrar os nossos antepassados com este álbum, por forma a fazer os outros descobrir as músicas mais antigas nas quais fomos beber as nossas influências.

A má notícia é a saída recente de Jan Tappert. Como lidaram com a situação?
Quando Jan nos disse que queria sair da banda isso impressionou-nos muito. Ele não tem tempo e de alguma forma perdeu a atitude para poder estar connosco. Mas sabemos que não foi uma decisão fácil para ele sair depois de 17 anos, por isso temos de aceitar isso! Agora, só temos que olhar em frente. A única coisa que podemos fazer é dizer "Jan, muito obrigado por teres sido uma parte importante dos Skyconqueror nos últimos 17 anos!"

E já têm um substituto?
Sim! Felizmente Niko, que havia sido o primeiro vocalista da banda e que também tocou baixo na banda de death metal melódico Absence durante vários anos juntou-se a nós como novo baixista. Mirko, que já tinha tocado guitarra em algumas faixas de Under The Pentagram irá tocar guitarra a partir de agora. Mas ainda há muito trabalho a fazer no que toca a ensaios e praticar a tocar juntos.

E quanto a próximos projetos, como tocar ao vivo, videoclips, material novo... O que está previsto?
Ainda temos um par de canções que não entraram em Under The Pentagram, porque não foram concluídas a tempo. Vamos terminá-las e gravá-las, e esperamos lançar um EP de quatro músicas, em meados do próximo ano. Iremos tocar no Metal Storm em Münster em janeiro do próximo ano, que será o primeiro show ao vivo com o novo line-up. E esperamos fazer alguns festivais menores no próximo ano também, mas nada está confirmado ainda.

Obrigado Demondawn, mais uma vez. Foi um prazer conversar contigo! Queres acrescentar mais alguma coisa para os nossos leitores ou para os vossos fãs?
Obrigado por este momento. Para vocês, metaleiros por aí: esperamos ver-vos selvagens nos nossos espetáculos no próximo ano. Para mais informações, deem uma olhadela na nossa página do Facebook em http://www.facebook.com/skyconqueror e deem uma audição ao nosso disco em http://www.skyconqueror.de. Mas o mais importante de tudo: apoiem o underground através da compra de material para que bandas como nós possamos continuar a produzir discos impressionantes para vocês. Lembrem-se sempre de que somos fãs de metal a tocar para outros fãs de metal, e assim são quase todas as outras bandas! Sem o vosso fantástico apoio isso nunca seria possível!

Sem comentários: