RIP - Malcolm Young (AC/DC) - We Salute You!

Review: Doa a Quem Doer (Viralata)

Doa a Quem Doer (Viralata)
(2014, Rastilho Records)
(5.9/6)

O punk rock português tem dado, felizmente, muitos bons exemplos nos últimos tempos. Mas agora preparem-se porque os Viralata estão de regresso com o segundo trabalho… fenomenal! Agora na Rastilho (a mesma editora que está em fase de reedição do catálogo Censurados como forma de homenagem ao saudoso João Ribas) mantêm toda a traça do genuíno punk rock, com velocidade, energia, crueza e crítica social, mas acrescenta uma capacidade humorística de referência e, acima de tudo, sensacionais linhas melódicas. E como se não bastassem temas como Assalto, Estamos Juntos, Deserto, Buraco, E Vai Um Copo ou Fracasso, verdadeiros hinos à música, à amizade, ao companheirismo, à cooperação e à boa disposição, surgem duas pérolas como Não Há Tachos e Maria Joana. O punk dá lugar ao ska/reagee/rockabilly cheio de humor e bem mordaz! No primeiro, Kalú, dos Xutos e Pontapés, dá uma ajuda no momento mais delirante de todo o disco. Mas há mais algumas surpresas e brincadeiras para descobrir nesta fantástica rodela cheia de potenciais hinos para serem gritados e cantados a plenos pulmões nos espetáculos. Isto porque as linhas melódicas e coros são bem orelhudos e colam-se à mente de forma imediata. E não há muito mais a dizer. Doa a Quem Doer é um disco obrigatório quer para os fãs de punk quer para os de rock e da música em geral. Doa quem doer…

Tracklist:
1.      Assalto
2.      Estamos Juntos
3.      Doa a Quem Doer
4.      Deserto
5.      Não Há Tachos
6.      Buraco
7.      Fracasso
8.      Não Quero Morrer
9.      Burguês
10.  E Vai Um Copo
11.  Maria Joana
12.  Dias Melhores
13.  Primeira Vez

Line-up:
Ulisses Silva – voz e guitarras
Filipe Brito – baixo e coros
Covas Frazão – guitarras e coros
Ivan Barros – bateria e coros
Internet:

Edição: Rastilho Records

Comentários