quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Review: The Last Great Hope (Electric Mary)

The Last Great Hope (Electric Mary)
(2014, Listenable Records)
(5.7/6)

Depois de três álbuns e alguns EP’s que colocaram o nome destes australianos no principal mapa do hard rock, e enquanto o próximo álbum não chega (prevê-se para a primavera de 2015), os Electric Boys satisfazem a espera dos fãs com este EP de cinco temas. E que cinco temas, meus amigos! Para além de So Cruel, já presente em III, somos presenteados por mais quatro canções todas elas diferentes entre si mas com um feeling hardrockeiro assinalável. Desde logo a abertura como se estivéssemos a viver uma cena de suspense num qualquer filme de cowboys a evoluir para um tema sulista. Depois Welcome To The Other Side, com uma pedalada estonteante, algumas referências a AC/DC e um groove brutal. Segue-se a zeppeliana Nicotine e Already Gone, o momento mais alto deste curto trabalho, sem perder a influência Led Zeppelin, entrando por campos psicadélicos, doom e blues, onde o hammond marca a sua subtil mas fulcral presença. Pela amostra, poderemos esperar um quarto álbum de enorme potencial, porque este é um conjunto com o que de melhor os australianos já fizeram.

Tracklist:
1.      Sweet Mary
2.      Welcome To The Other Side
3.      Nicotine
4.      Already Gone
5.      So Cruel

Line-up:
Rusty Brown - vocais
Pete Robinson – guitarras, vocais
Davey Porter - bateria
Alex Raunjak - baixo
Brett Wood – guitarras, vocais

Internet:

Sem comentários: