sábado, 1 de novembro de 2014

Review: Midnight Confessions (Audio Porn)

Midnight Confessions (Audio Porn)
(2014, JK Records)
(4.6/6)

Dois anos depois do seu trabalho de estreia, o duo formado por Azriel St. Michael e pelo poderoso guitarrista Jeff Westlake regressam com um line-up renovado e um novo disco. Um disco que não é mais que a sequência lógica do primeiro trabalho. Westlake continua a ser a pedra basilar do coletivo, com o seu trabalho de guitarra com riffs pesados e densos e muitos solos, alguns deles verdadeiramente empolgantes e outros definitivamente estranhos e até esquizofrénicos. St. Michael, por sua vez, mantém o seu estilo provocador e de pendor fortemente sexual. Como resultado Midnight Confessions é um poderoso disco de hard rock cheio de atitude, provocação, luxúria e lascívia. Basta atentar na capa para se perceber o conteúdo erótico-pornográfico. A sonoridade global é suja e a produção crua adiciona uma dose extra de decadência. O problema está, todavia, que nem sempre a qualidade das canções acompanha todo o teatro em sua volta. Em onze temas, incluindo os dois bónus ao vivo, apenas alguns se destacam e ficam na memória. This Ain’t Paradise, uma abertura com uma guitarra wah wah e ritmo à Bon Jovi; Not Saying Sorry, I’ll Be Your Man e Steeple, bem conseguidas em termos rítmico-melódicos e, finalmente, os dois temas bónus. Agora, é indiscutível que os Audio Porn são tudo menos politicamente corretos e socialmente conscienciosos. Se isso for suficiente, este é um disco para vocês.

Tracklist:
1.                  This Ain’t Paradise
2.                  Sin
3.                  Freak Like You
4.                  Lord Of The Thighs
5.                  Not Saying Sorry
6.                  I’ll Be Your Man
7.                  Working It Out
8.                  Steeple
9.                  Heaven’s Burning Down Tonight
10.              Break Me
11.              Drive            
  
Line-up:
Jeff Westlake – guitarras
Azriel St. Michael – vocais
John Cardilino – bateria
RC Ricci - baixo

Internet:

Edição: JK Records 

Sem comentários: