segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Entrevista: Dissorted


A cumprir a sua primeira década de existência, os thashers bávaros Dissorted assinam, finalmente, o seu primeiro trabalho, um EP de título genérico I. Sucessivas mudanças de line-up e até uma mudança de cidade estiveram na origem deste prolongado silêncio em termos de gravações. Agora é altura de recuperar o tempo perdido e com um conjunto estável a banda já prepara o seu primeiro longa duração como se depreende das palavras do guitarrista Sebastian.

Olá Sebastian, obrigado pelo teu tempo com Via Nocturna! Podes apresentar os Dissorted para os metaleiros portugueses?
Dissorted é uma banda de thrash metal melódico com sede em Munique, Bavaria. Somos influenciados por Kreator, Iced Earth e Exodus. Mas também somos um conjunto de Metalheads – vivemos aquilo em que estamos.

Quando e como surgiram os Dissorted?
A banda nasceu em 2004 em Bad Reichenhall e mudou-se para Munique, em 2009. O único membro fundador é o nosso líder e guitarrista Florian.

 O que vos motivou a criar este projeto?
O amor pela música e a força de expressar as emoções e sentimentos que isso transmite. Eu entrei para a banda no início de 2013 e é um prazer compartilhar a paixão pelo metal com estes músicos.

Quais são as vossas principais influências?
Como já mencionado, principalmente o Thrash Metal da Bay Area e bandas de heavy metal tradicional.

Tiveram outras experiências semelhantes antes dos Dissorted?
Não

Com um nascimento em 2004, porquê 10 anos até o vosso primeiro lançamento? As sucessivas mudanças de line-up foi o principal problema?
Sim, no passado, houve muitas mudanças de formação. Agora chegamos a uma fase em que estamos com uma formação estável e gravar algumas das nossas músicas para um lançamento profissional foi o único passo lógico.

Pelo meio, também, uma mudança de local para Munique. Quais eram os objetivos com essa mudança?
Mudanças pessoais como trabalho, estudo e assim por diante. Não teve nada a ver com a cidade em si, acho eu.

Assim sendo, I é o vosso primeiro trabalho. Como o descreverias?
Não se pode descrever, porque não há nenhuma intenção conceptual por trás. É simplesmente metal.

Este  EP apresenta-nos cinco músicas. São temas novos ou alguns recuperados do vosso trabalho passado?
A maioria das músicas já lá estava. A única música que escrevemos e desenvolvemos com a formação atual é Bloodshed Divine, que - na minha opinião - é uma boa representação da maneira como os Dissorted irão soar no futuro.

As reviews têm sido bastante boas. É ótimo ver que o vosso trabalho é apreciado... Esperavam as classificações que têm tido?
Para ser honesto, nem próximo! Quando ouvimos as primeiras misturas em estúdio, nós próprios ficamos impressionados pela forma como as músicas soavam. Assim, podemos dizer que estamos muito felizes com o resultado. Foi também a primeira vez na história que gravamos num estúdio profissional e como podes ouvir, valeu a pena.

Têm algum vídeo filmado a partir deste álbum?
Ainda não e penso que não faremos, mas nada é impossível.

Próximos projetos?
O próximo projeto será um longa duração.

Obrigado Sebastian! Foi um prazer conversar contigo. Queres acrescentar mais alguma coisa?
Checken-nos através do Facebook, Youtube ou visitem o nosso BandPage e, se possível, venham ver-nos nos nossos espetáculos, também!

Sem comentários: