domingo, 8 de março de 2015

Notícias da semana


A banda de Montreal, Elderoth associou-se à BraveWords.com para a estreia do seu primeiro single This Shadow By My Side retirado do próximo álbum Mystic nas ruas a partir de 28 de abril.  





Prometeram que teriam novo material antes do verão e cumpriram a sua promessa. Os Bright Curse têm disponível um novo single intitulado Shaman mesmo a tempo do trio londrino invadir os palcos europeus. Para além do tema-título, este single conta ainda com Fear The Lord. Os dois temas podem ser ouvidos no Bandcamp da banda a partir de 20 de março. Os Bright Curse preveem entrar de novo em estúdio no final deste ano para gravar o seu segundo álbum.



O novo álbum dos Izz, coletivo de prog rock novaiorquino, será lançado a 7 de abril e representará a fase final da trilogia que se iniciou em 2009 com The Darkened Room e continuou em 2012 com Crush Of Night. O novo trabalho traz como título genérico Everlasting Instant e conclui a temática épica que tem caraterizado o septeto.




A War Of Our Own, quarto álbum dos holandeses Stream Of Passion, lançado inicialmente na Alemanha, Áustria, Suiça e Holanda via PIAS/Rough Trade no final do ano passado irá ter a 10 de abril o seu lançamento internacional através da Graviton Music. O grupo fundado por Arjen Anthony Lucassen e Marcela Bovio inicia na mesma data uma tournée europeia com os The Gentle Storm, projeto que junta Lucassen com a ex-vocalista dos The Gathering Anneke van Giersbergen.



Tsunamiz, o electro-rocker e one man band, oriundo da margem sul do Tejo, disponibilizou para download gratuito, através da plataforma Soundcloud, duas versões: uma de Zeca Afonso, do tema Os Bravos e outra de Leonard Cohen, do tema Avalanche. O artista, seguidor do D.I.Y., referiu recentemente numa entrevista, acerca dessas versões: 'apenas faço versões de temas que sinta a nível emocional e para os quais consiga imaginar uma transformação considerável'. Tsunamiz lançou digitalmente o seu primeiro álbum Evil Live dia 13 de janeiro deste ano e irá anunciar brevemente um conjunto de datas de concertos para a apresentação do mesmo.



Depois de três décadas e meia de guitarradas, vocais poderosos e muito rock ‘n’ roll, o lendário Pat Travers ainda soa fresco. E isso fica bem demonstrado em Retro Rocket, novo e poderoso álbum a ser lançado a 17 de março via Purple Pyramid Records. Como o próprio nome indica, Travers vai beber nos tempos iniciais, nomeadamente em Heat In The Street (de 1978) e no fantástico álbum ao vivo de 1979 Go For What You Know.




Os Tape Junk são uma banda rock, com um vocabulário assimilado a partir de bandas como Pavement, Giant Sand, Stooges, Rolling Stones ou Velvet Underground. Através de uma linguagem simples e, simultaneamente, intensa, João Correia escreve sobre situações do quotidiano com as quais facilmente nos identificamos: histórias comuns, situações inusitadas, episódios caricatos ou simples romances. O segundo disco dos Tape Junk é uma espécie de statement sobre a banda. Disco homónimo, Tape Junk foi gravado e produzido por Luís Nunes (aka Walter Benjamin) no Alvito, Alentejo. Ao contrário do primeiro, este trabalho resulta da interação direta entre todos os elementos do grupo. Durante três dias, os quatro músicos registaram juntos as nove músicas de Tape Junk, em live takes para gravador 8 pistas. Disponível já está o vídeo do tema Thumb Sucking Generation.



Numa altura em já trabalham no seu segundo álbum, os hardrockers Miracle Master ficaram sem vocalista com a saída de Oliver Weers e já começaram a procura de um novo.

Sem comentários: