segunda-feira, 4 de maio de 2015

Entrevista: Talon


De novo com Michael O’Mara atrás do microfone os Talon estão de volta e melhores que nunca. Fourplay, sucessor de III é o seu mais recente álbum e mostra os californianos em plena forma assinarem o melhor álbum da sua carreira. John Parker extravasou esse sentimento.

Viva John! Obrigado pela tua disponibilidade! Como se sentem de regresso aos álbuns e novamente com Michael O'Mara nos vocais?
Hey, de nada e obrigado pela entrevista. É incrível ter o Michael de volta à banda. Tem sido muito bom desde que fizemos o espetáculo de reunião no Firefest em 2011. Desde essa altura, temos vindo a escrever, gravar e tocar ao vivo e sentimo-nos exatamente como quando começamos em 2000! Todos nós pensamos que isto vai continuar por muito tempo a partir de agora.

Como foi a criação deste novo álbum?
Quando nos juntamos novamente, o primeiro objetivo que tínhamos era fazer o melhor CD possível! Passamos 8 meses a escrever demos e a enviá-las de uns para os outros para as afinar de forma a se tornarem o melhor possível. A gravação foi feita em Little Rock, Arkansas e demoramos muito tempo a afinar as nossas performances. Estamos muito felizes com os resultados e com os primeiros comentários; parece que toda agente está feliz com isso também!

Consideras Fourplay o vosso álbum mais forte até agora?
Sim, todos nós. Queríamos que fosse um álbum que apresentasse as melhores músicas para os nossos fãs. É o nosso álbum mais diversificado e tivemos a maioria dos membros da banda envolvidos no processo de composição.

E também um regresso às vossas origens…
Mais ou menos - tem elementos do nosso álbum de estreia com Michael, mas também projetamos o futuro com algumas ideias novas e groove.

Contam com o lendário guitarrista Tim Pierce em duas músicas. Como surgiu essa oportunidade? E a respeito de Pete Fry?
Sempre fui grande fã da forma de tocar de Tim Pierce. Conheci-o na NAMM do ano passado e demo-nos bem imediatamente. Perguntei-lhe se ele estaria interessado em tocar no nosso próximo CD e ele disse "claro"! Fui ao seu estúdio caseiro em Los Angeles e passamos o dia juntos a gravar as suas partes e foi incrível observá-lo a criar as suas peças. Grande músico, grande amigo! Pete Fry já é um amigo há muitos anos e como estivemos na mesma editora há uns anos atrás eu queria que ele estivesse neste novo CD e ele fez um solo incrível!

Como chegaram à Escape Music? Definitivamente foi a melhor escolha para os Talon?
Antes de começarmos a trabalhar no nosso 3º álbum, quisemos ter um alcance mais global que não era possível com a nossa editora nos EUA. Por isso, estabelecemos contactos com várias etiquetas e decidimo-nos pela Escape. Eles têm apoiado muito ​​a nossa música e tem sido muito bom nos últimos anos pelo que esperamos continuar o nosso relacionamento com eles por um longo tempo.

Recentemente tiveram a oportunidade de tocar no MelodicRockFest4. Como correram as coisas?
Foi ótimo! Tocamos um set dos Talon e também fomos a banda de suporte do set do Stan Bush. Em ambos os sets houve muita diversão e apreciamos ter passado todo o fim de semana com colegas músicos e fãs!

Holly Would é o primeiro vídeo retirado deste álbum. Porque a escolha deste tema?
Queríamos uma faixa muito suja e grave e Holly Would sempre foi uma das favoritas desde o início. Por isso, fizemos um lyric video para captar a vibe da faixa!

Próximos projetos, o que têm em mente?
Espetáculos ao vivo! Tocaremos no Rock 'n' Skull em outubro e estamos a trabalhar em shows em LA e Inglaterra, como já dissemos! Lá para o final do ano, começaremos a escrever o nosso quinto álbum...

Obrigado John! Queres acrescentar algo mais a esta entrevista?
Obrigado pelo teu tempo e quero agradecer a todos os nossos fãs que nos têm apoiado ao longo dos anos e que gostam do que fazemos, tanto quanto nós!!!!!!

Sem comentários: