domingo, 28 de junho de 2015

INFO: The Tangent com novo álbum mantendo a tradição

12 anos. 8 álbuns de estúdio. 2 DVD’s ao vivo. Tours de Moscovo ao Quebec. Agora, uma das mais interessantes bandas da chamada terceira geração do prog rock está de regresso e mantendo a tradição de não repetir o mesmo line-up do álbum anterior. De facto, nunca os The Tangent utilizaram a mesma formação em dois álbuns. No entanto, há alguns nomes mais usuais. Neste novo trabalho intitulado A Spark In The Aether (5.4/6) quem está de regresso é o baixista Jonas Reingold (The Flower Kings), Theo Travis (Steven Wilson, Gong, Robert Fripp) que adicionou fantásticas texturas de flautas e saxofones e Luke Machin, um guitar hero de grande capacidade. Isto, naturalmente para além de Andy Tillison, teclados e vocais, líder da banda e que tocou em todos os discos dos The Tangent. A esta equipa juntou-se o baterista sueco Morgan Ågren que já tocou com Frank Zappa, Kaipa, Devin Townsend e na sua Mats/Morgan Band. O curioso é que a banda que só deveria ter feito um disco em 2003, já vai no seu… oitavo! E A Spark In The Aether é uma viagem que nos mostra os The Tangent ao seu melhor nível com belas estruturas melódicas em canções inspiradas. Segundo Tillison, os The Tangent já tiveram demasiadas experiências associadas ao negativismo e tristeza, portanto estava na altura de deixar apenas falar a música com divertimento na sua execução. Sem dúvida uma forma de retorno às origens, até confirmada pelo subtítulo The Music That Died Alone Volume 2, numa clara referência ao trabalho de estreia da banda. E apesar da existência de algumas novas fontes de inspiração, A Spark In The Aether é um disco totalmente Tangent. Um disco que Tillison apelida de Transatlântico, explicando que, provavelmente, inventaram o prog rock dos… Açores!

Tracklist:
1. A Spark In The Aether  
2. Codpieces And Capes  
3. Clearing The Attic  
4. Aftereugene 
5. The Celluloid Road  
6. A Spark In The Aether (Part 2)
7. San Francisco Radio Edit 

Line-Up
Andy Tillison – teclados, vocais, guitarras, baixo
Jonas Reingold - baixo 
Theo Travis – saxofone e flauta
Luke Machin - guitarras 
Morgan Ågren – bateria

Discografia:
The Music That Died Alone – 2003 
The World That We Drive Through – 2004 
Pyramids And Stars (Live) – 2005 
A Place In The Queue – 2006 
Going Off On One (Live CD/DVD) – 2007 
Not As Good As The Book – 2008 
A Place On The Shelf"" – 2009 
Down And Out In Paris And London – 2009 
Going Off On Two (Live CD/DVD) – 2011 
COMM" – 2011 
Le Sacre Du Travail (The Rite Of Work) – 2013 
A Spark In The Aether – 2015

Sem comentários: