quarta-feira, 24 de junho de 2015

Review: Loud, Sexy & Rude (The Lemon Lovers)

Loud, Sexy & Rude (The Lemon Lovers)
(2015, Sister Ray)
(5.2/6)

Não é para todos mas é sintomático da forma profissional como se trabalha. Os The Lemon Lovers nasceram no Porto em 2012 e com apenas este álbum editado, Loud, Sexy & Rude, embarcaram numa tour europeia que passou por oito países em mais de 30 concertos. Claro que o que nos traz aqui e agora é falar, precisamente, deste disco de estreia, uma rodela com uma coleção de 12 temas com power, energia, distorção e revivalismo em doses equivalentes. De facto, os três adjetivos que compõe o título do álbum definem na precisão a música que o mesmo contém. Loud porque é barulhento, com momentos explosivos, cheio de poder nas guitarras e muitos feedbacks; Sexy porque tem momentos de subtileza romântica carregados de cariz sexual (inclusive ao nível do artwork); Rude porque tem uma produção suja e agreste. Estilisticamente trata-se de uma conjugação de muitos estilos diferentes que vão desde o hard rock ao blues, passando pelo funk, grunge, garage rock e alternativo. Tudo isto apresentado numa sonoridade distorcida, enevoada e obscura. Aliás, o ambiente geral é, por norma, de alguma negritude. Assim sendo, não é fácil estabelecer rótulos para os The Lemon Lovers, como não é fácil destacar alguns temas faca à homogeneidade apresentada. No entanto, arriscaríamos afirmar que o primeiro quarteto de canções se afigura como o mais forte, neste disco que apresenta mais um trio nacional (e portuense) de bom nível.

Tracklist:
1.      Don’t Tell My Mamma
2.      RocknRolla
3.      No Shoes
4.      The 55
5.      Ginger
6.      Jackpot
7.      Seven Dogs
8.      White Walkers
9.      Tricks Of Time
10.  Love Is The Main Sin
11.  He’s Blind
12.  Nasty Enough To Love Me

Line-Up:
João Pedro Silva – guitarras e vocais
Victor Butuc – bateria
Andrés Malta – baixo e vocais

Internet:

Edição: Sister Ray 

Sem comentários: