quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Review: Take It Or Leave It (Skip Rock)

Take It Or Leave It (Skip Rock)
(2015, Streetdog Records)
(5.8/6)

Seis anos depois os Skip Rock estão de regresso, com um line up diferente mas, nem por isso menos inspirados. A sua forma de cruzar hard rock com western, assim como se os DAD e Bob Wayne se tivessem fundido num projeto só é delirante, eletrizante e… muito bem conseguida. Take It Or Leave It, nome desta nova proposta, é composto por 9 canções, uma introdução e dois temas extra ao vivo onde fica bem patente toda a energia e entrega do power trio germânico. Depois de uma curta intro subtilmente intitulada de… Intro, vêm dois temas de puro hard rock, Tell Me Why e Death Or Glory que, por sua vez darão espaço a outros dois (Jesse James e Motorcycle Man II – por qualquer motivo a promo disponibilizada não trazia a faixa Outlaws) com uma componente western/rockabilly/rock ‘n’ roll mais acentuada. Depois, Rich ‘n’ Nazty e Hell Is On Fire mostram uma clara atitude glam sem perder a linha melódica das guitarras próximas às de DAD. O álbum completa-se ainda com uma belíssima balada em dueto com voz feminina, o tema título em registo sulista para depois fechar com os dois temas ao vivo, provando que o palco é mesmo o habitat natural do trio. Em suma, Take It Or Leave It é um álbum consistente, criativo e cheio de power. Uma agradável surpresa!

Tracklist:
1.      Intro
2.      Tell Me Why
3.      Death Or Glory
4.      Jesse James
5.      Outlaws
6.      Motorcycle Man II
7.      Rich ‘n’ Nazty
8.      Hell Is On Fire
9.      Too Young
10.  Take It Or Leave It
11.  Hit ‘n’ Run
12.  Rough ‘n’ Ready

Line-Up:
Marc Terry – guitarras, vocais
Darius Dee – guitarra solo
Patrick Paul – baixo

Internet:
Shop 

Edição: Streetdog Records 

Sem comentários: