domingo, 13 de setembro de 2015

INFO: Benjamim regressa a Portugal e lança Auto Rádio

Benjamim (anteriormente conhecido como Walter Benjamim), o escritor de canções que passou quatro anos radicado em Londres voltou para Portugal em 2013 para se instalar no coração do Alentejo. Construiu o seu estúdio em Alvito e começou a dar vida às novas canções que enchem o seu novo (e agora primeiro) disco Auto Rádio, numa edição da Pataca Discos. Luís Nunes, nome de batismo, voltou pela necessidade de escrever na sua língua, refletir sobre o seu universo específico, falar sobre as pessoas que existem no seu dia-a-dia sem a barreira da linguagem. Definitivamente, um regresso às raízes. Por isso, Auto Rádio é um disco feito para que todas as pessoas consigam compreender, mas acima de tudo, é um disco em busca de uma identidade que parecia adormecida numa procura de histórias que não existem em mais parte nenhuma do mundo. Trata-se de organizar as memórias daquele que é um dos filhos do Portugal colonial – o pai veio de Angola depois de 74 – e alia as memórias que lhe foram transmitidas por filmes ou pelas longas histórias à mesa, pelo amigo Quinito que passa a vida a falar no dia em que foi enviado para a Guiné para lutar numa guerra que ficava demasiado longe do Alentejo, para falar da crise, do Porto, de carros a acelerar pela marginal de uma qualquer cidade e para pôr pessoas a dançar numa quase esquecida vila alentejana. No fundo, é a tentativa de explorar um universo novo que se abre à frente e o reaprender a escrever canções. E também por isso tem o lado esquizofrénico da despreocupação em arranjar um fio condutor sónico e não existe qualquer espécie de complexo musical, pelo que tudo é válido neste disco. Daí as tão díspares referências a Duo Ouro Negro, Lena d'Água, Zeca Afonso, Sérgio Godinho, bem como a Bob Dylan, The Beatles ou Beach Boys. 

Line-up:
Benjamim – piano, guitarras, clavinet, pianet, farfisa, sintetizadores, caixas de ritmos, percussões, vozes, bateria e baixo
João Correia – bateria
Nuno Lucas – baixo
António Vasconcelos Dias – vozes, órgão, bateria, percussão, guitarra
Pedro Girão – sintetizador modular e guitarra elétrica
AP Braga – vozes
Zack Woolfson – coros
Jonatas Pires – guitarra elétrica e vozes
Ernesto Silva – guitarra elétrica
José maria Pereira – saxofone
João Fonseca – vozes
Pedro Ramos – a rádio

Tracklist:
1.      Eu Quero Ser o Que Tu Quiseres
2.      Tarrafal
3.      Sintoniza
4.      Os Teus Passos
5.      O Quinito Foi Para a Guiné
6.      O Sangue
7.      Meteorologia
8.      Wolkswagen
9.      Rosie
10.  Do Céu e da Terra
11.  Auto Rádio
12.  O Exilio

Sem comentários: