sábado, 10 de outubro de 2015

Notícias da semana

Os Clepsidra são um novo projeto nacional de rock cantado em português oriundo de Sta. Maria da Feira e composto por Francisco, Franky, Maia, Preto e Romeu que se estreia este mês com o disco intitulado Artoponica. O vídeo do tema Uma Linha Mais já pode ser visualizado.



Os pioneiros do rock progressivo Yes com uma carreira de 47 anos e 21 álbuns tragicamente perderam, no início deste ano, o seu membro fundador e baixista Chris Squire. Mas para os ingleses não há melhor forma de homenagear o seu ex-companheiro do que seguir em frente e continuar a construir o legado da banda nascida em 1968. Assim, os Yes acabam de finalizar uma bem-sucedida tour norte-americana com os Toto e com Billy Sherwood a desempenhar, de forma brilhante, o papel de Chris. Agora segue-se uma tour de 25 datas pelo Reino Unido e Europa continental onde, pela primeira vez, a banda tocará na íntegra os álbuns Fragile e Drama, respetivamente de 1972 e 1980.



Os Planeta Quadrado são uma banda oriunda da cidade do Barreiro, Portugal, formada por Paulo Heleno na voz, Johnny Pinha na guitarra, Tiago Vidigal no baixo e por Hugo Cão na bateria, músicos que passaram por bandas como Kolapso, Gasoleene, Sullens, No Leg Squad, Murro, etc... Expressando-se em português, estamos perante uma explosão de punk garage vertiginoso e suado, que é uma autêntica panela de pressão prestes a rebentar a qualquer momento. A voz vive em estado de animação suspenso e funciona como uma válvula a vomitar poesia visceral, nua e crua, sobre tudo e todos. Em 2014 editaram o seu homónimo álbum de estreia.



Preparem-se para um novo nome apresentado pela Teenage Head Music. São de S- Diego e chamam-se The Silent Comedy. Com um álbum e um EP na bagagem, os The Silent Comedy combinam rock, blues, americana e folk. O seu mais recente EP, Friends Divide, tem edição na Europa a 2 de fevereiro de 2016. O vídeo do tema God Neon serve de apresentação.



Em novembro de 2015 será lançado pela Audio Fidelity um novo trabalho. Desta feita a escolha recaiu em Thief dos Tangerine Dream que será alvo de uma reedição em vinil.






Os Millennial Reign apresentaram o vídeo do tema Men Stand Alone retirado do seu álbum Carry The Fire. Este disco será lançado pela Ulterium Records a 30 de outubro.





Fixem esta data: 20 de novembro. E por quê? Porque é a data de lançamento do novo, e quarto, trabalho dos ImperiaTears Of Silence. O novo disco do quarteto épico/folk foi gravado e misturado por Christian Moos (Everon, Delain, Leah) nos Spacelab Studio e masterizado por Jacob Hansen (Volbeat, Destruction, Pretty Maids) nos Hansen Studios. As orquestrações estiveram a cargo de Oliver Philipps (Everon) enquanto a capa foi responsabilidade do génio Jan Yrlund (Darkgrove Design). A edição é da Massacre Records, sendo que a versão digipack inclui dois temas bónus exclusivos.




É já no final deste mês que sai o novo álbum dos Asylum Pyre intitulado Spirited Away. O novo álbum foca-se em canções com poder e apelativas conduzidas pela versatilidade vocal de Chaos Heidi, sendo que o coletivo continua a desenvolver o seu metal melódico. A edição é da Massacre Records.





Já foram revelados detalhes do próximo disco dos Violent Divine. O quarto disco da banda sueca terá como título genérico Hyperactivity Disorder, conterá 13 faixas e será lançado a 4 de dezembro. Um sampler já foi disponibilizado.




Os Shadowside, banda brasileira de female-fronted metal anunciaram que Magnus Rosén, baixista que tocou nos HammerFall entre os anos 1997 e 2007 é o novo membro do grupo. Os Shadowside são compostos pela vocalista Dani Nolden, pelo guitarrista Raphael Mattos e pelo baterista Fabio Buitvidas, aos quais se associa agora Magnus Rosén.



Os Chase The Ace assinaram com a editora Off Yer Rocka Recordings para o lançamento do segundo álbum. Isto vai permitir ao colectivo originário de Israel e actualmente sedeado no Reino Unido ter os seus discos distribuídos em todo o mundo, bem como participar nos festivais Hard Rock Hell.



Completando um conjunto de reedições em vinil, os Magma, lendas do rock progressivo francês lançaram a 2 de outubro o seu icónico álbum ao vivo de 1975, Magma Live Hhaï, numa edição limitada em duplo LP pela Jazz Village Records. A banda juntou-se a esta editora para celebrar o seu 45º aniversário com um conjunto de lançamentos com material clássico e inédito. Magma Live Hhaï foi gravado entre os dias 1 e 5 de junho de 1975 no Taverne de L’Olympia, Paris, por Frank Owens.

Sem comentários: