terça-feira, 24 de novembro de 2015

Review: Riders Of The Worm (Sergeant Steel)

Riders Of The Worm (Sergeant Steel)
(2015, Boyz Tyme Records)
(5.8/6)

O press release apresenta-os como a banda austríaca de hard rock número 1! O título assusta, ainda para mais quando este é o nosso primeiro contacto com os Sergeant Steel (ou deveríamos dizer com a banda n.º 1 do hard rock austríaco?), banda que já tem dois álbuns lançados antes deste. Mas acreditem numa coisa, não sabemos (de facto, nem isso interessa muito) se eles são o número 1 ou não. O que interessa e aqui para o caso tem toda a relevância é que Riders Of The Worm, o tal terceiro disco, é uma verdadeira bomba de hard rock. Logo a abrir, dois temas – Happy Time (Love On Demand) e Dirty Habits – que conseguem ter dentro de si o melhor do glam rock californiano dos anos 80 e o melhor do hard rock britânico dos anos 70 (Deep Purple, naturalmente). Mas Happy Time ainda tem mais – tem incursões gospel deliciosas! E Dirty Habits, curiosamente pisca o olho a AC/DC. Depois, Silver Spoon (com Kane Roberts) apresenta uns teclados que podiam ter sido retirados do 1984 dos Van Halen. Ao quarto tema surge a primeira de duas baladas do disco, Where My Heart Is. A outra é Promised Land. Duas baladas completamente distintas mas igualmente fortes em termos de emotividade, sensualidade e musicalidade. A primeira mais radiofónica num típico registo anos 80; a segunda, verdadeira brutal, com quase seis minutos sem reação, mantendo a mesma suavidade melódica e conduzida por uma envolvente guitarra acústica. Entre os primeiros quatro temas referidos e a balada há muito para descobrir! Tanto que não podemos falar de tudo. Mas levantamos um pouco a ponta do véu: há country rock, há arena rock, há rock’n’roll, há funk, há harmónicas e metais e até há elementos eletrónicos, melodias pop, bass & drum e um instrumental com melodias orientais e um pouco experimentalista. Com um disco tão rico, tão diversificado, tão interessante, deixamos para os ouvintes a fantástica experiência de o irem descobrindo aos poucos. Não se irão arrepender. Ah! E não se esqueçam que o hip hop também por lá anda. Descubram a brincadeira e aproveitem para gozar uma fantástica viagem sonora pelo mundo do hard rock da banda austríaco n.º 1 no género.

Tracklist:
01. Happy Time (Love On Demand) 
02. Dirty Habits 
03. Silver Spoon
04. Where My Heart Is
05. Young And Hungry - feat. Mark Slaughter 
06. Only Good Girls (Love A Rock ‘n’ Roll Boy) 
07. Hot Widow
08. Mr. Right
09. Can’t Take My Hands
10. Rock ’n’ Roll Highway
11. Samsara
12. Promised Land
13. Trouble Maker

Line-Up:
Phil Vanderkill – vocais
Jack Power – guitarras
Chuck Boom – guitarras
Ben Bateman – piano, teclados
Ronny Coxx – baixo
Cosy Coxx – bateria

Internet:
Website   
Facebook   
Twitter   
Youtube    

Edição: Boyz Tyme Records 

Sem comentários: