domingo, 14 de fevereiro de 2016

Flash-Review: A Roda do Tempo (The Joy Of Nature)


Álbum: A Roda do Tempo
Artista: The Joy Of Nature   
Editora:  Cynfeirdd Records    
Ano: 2015
Origem:  Portugal
Género:  New-folk/folk/dark ambient
Classificação: 4.5/6
Breve descrição: O novo álbum do projeto do cantautor Luís Couto, The Joy Of Nature, está aí, lançado no final de 2015 por uma editora de referência, a Cynfeirdd. A Roda do Tempo é um disco complexo, no qual o açoriano regressa à base do folk nacional, moldando um som que rodopia entre a tradição e a experimentação. A Roda do Tempo é um disco calmo, de uma enorme riqueza instrumental, com recurso aos mais díspares instrumentos tradicionais e com uma rica recolha ao nível da poesia popular açoriana, europeia e até chinesa. Um disco que apela às emoções e à introspeção.
Highlights: As Ruínas Sob o Sol do Fim de Verão, As Três Moiras Encantadas, Ribeiras Sem Nome, Ao Sol, Valsa do trigo Queimado
Para fãs de: Ataraxia, Current 93, Caprice, Dwelling, Lupercalia

Tracklist:
1.      Pastores do Oceano Imenso
2.      Para Lá do Rio do Esquecimento
3.      As Ruínas Sob o Sol do Fim de Verão
4.      As Três Moiras Encantadas
5.      Divertimento No Mar
6.      Ribeiras sem Nome
7.      A Criança Quase Abandonada
8.      Ao Sol
9.      Canção de Amergin
10.  Aldeias de Basalto
11.  A Borboleta Voando no Vazio
12.  Águas Agitadas Passando Entre as Mãos
13.  Nascido da Lava Mal Fria
14.  As Mangas do Meu Vestido Primaveril
15.  Valsa do Trigo Queimado
16.  Ilha ao Longe

Line-up:
Luís Couto – guitarra acústica, baixo, alpine zither, didgeridoo, guitarra elétrica, harmónica, vocais, low whistle, mountain dulcimer
Costa Barbosa – hurdy-gurdy, percussão, flautas, low whistle, vocais
 Joana Matos – vocais
João Malaquias – vocais
Paulo Coimbra Martins – bateria e percussão

Sem comentários: