terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Review: At First Sight (Affäire)

At First Sight (Affäire)
(2015, Demon Doll Records)
(5.6/6)

Os elementos têm experiência acumulada e conhecem os palcos que pisam. Foram esses anos de trabalho em estúdio e palco em nomes como Attick Demons, Dawnrider, Divine Lust e Iberia que desaguaram nos Affäire, um novo nome nacional a ter em conta no cenário hard rock. Aliás, há muito que Portugal não tem um nome com as caraterísticas dos Affäire – talvez mesmo desde os tempos dos Iberia – e, neste aspeto o coletivo vem colmatar uma clara lacuna. At First Sight é essa proposta de hard rock de inspiração glam que não destoa minimamente de nomes como Mötley Crüe, Wasp ou Guns n’ Roses, apresentando a decadência urbana de LA, o viver no limite, o glamour da Sunset Strip e o classicismo da NWOBHM. Uma coleção de dez temas onde se sente e vive o rock n roll, com uma piscadela de olhos ao blues e ao southern rock com destaque para um conjunto de temas, como Cash 4 Flesh, No Room For Romance, Roadkill ou N. S. T. M. B., que prometem fazer as delícias dos fãs do género. Um disco para ouvir bem alto, em momentos de acentuada adrenalina e sempre na iminência de ultrapassar todos os limites…

Tracklist:
01 Devil's Cross
02 Thug-In-Law
03 Running In Quicksand
04 Cash 4 Flesh
05 Seven Hounds, One Bone (Midnight Hunger)
06 Busted!
07 No Room For Romance
08 Roadkill
09 Secret Lives
10 N.S.T.M.B.

Line-Up:
Dizzy Dice Mike - vocais
Rick Rivotti – guitarras elétricas e acústicas
Herr Matthïas - baixo
J.P. Costanza – baterias, percussão, teclados

Convidado:
Pedro "Veneno" Silva – harmónica

Internet:
Twitter   
Youtube   
Bandcamp   

Edição: Demon Doll Records     

Sem comentários: