quinta-feira, 24 de março de 2016

Review: The Lemming Project (Inishmore)

The Lemming Project (Inishmore)
(2016, Dark Wings)
(5.7/6)

The Lemming Project é o álbum que nos introduziu no trabalho dos, até agora desconhecidos para nós, Inishmore. E ficamos satisfeitos com o que ouvimos. Não que seja algo de particularmente inovador (aliás, provavelmente, nos dias de hoje, nenhuma female fronted metal band o será), mas este quinteto suíço funciona certinho como os relógios do seu país. O ponto mais interessante de The Lemming Project é mesmo a diversidade que os Inishmore incutem nas suas composições e neste álbum em particular. Para quem espera apenas metal melódico com uma senhora a cantar, preparem-se porque há muito mais. A mais espetacular fase do disco é entre Finally A Love Song e Manifest, com interessantes melodias, teclados épicos e um trabalho de guitarras que capta a atenção. A isto acrescente-se os elementos folk e medievais e incríveis mudanças rítmicas de Finally A Love Song, efetivamente, o principal ponto de atração. Mas antes de aqui chegarmos já tivemos oportunidade de ouvir riffs progressivos em Merciful bem como um tema speedado à Warlock anos 80 – Better Off Dead. E depois disso há teatralidade em Red Lake, há uma bela power ballad na forma de Where Lonely Shadows Walk (que volta a aparecer como bónus em formato totalmente acústico) e um épico, algo desconexo é bem verdade, mas com momentos muito interessantes no tema título. Para quem anda nestes meandros, este é um disco apetecível. A produção moderna consegue fazer sobressair os pontos mais fortes deste disco: os momentos épicos, as melodias e os duetos vocais, o poder da bateria e o rigor das guitarras. 

Tracklist:
1. Cup Of Lies
2. Merciful
3. Better Off Dead
4. Finally A Love Song
5. Part Of The Game
6. Manifest
7. Eternal Wanderer
8. Red Lake
9. Where Lonely Shadows Walk
10. The Lemming Project
11. Where Lonely Shadows Walk (versão acústica)

Line-Up:
Michela Parata - vocais
Fabian Niggemeier - guitarras
Jarek Adamowski - guitarras
Alex Ortega - bateria
Pascal Gysi - teclados

Internet:
Facebook    
Website   

Edição: Dark Wings    

Sem comentários: