quinta-feira, 3 de março de 2016

Review: Veni Vidi Vici (Twins Crew)

Veni Vidi Vici (Twins Crew)
(2016, Beyond The Storm Productions)
(5.9/6)

Uma introdução coral, excelente diga-se de passagem, dá o mote para os dez temas seguintes de heavy/power metal de excelente nível. Boas melodias assentes em estruturas instrumentais de grande classe e virtuosismo. Aliás, como todo o bom power metal escandinavo, ou não fossem estes Twins Crew originários da Suécia. E portanto, Veni, Vidi, Vici, já o quinto trabalho do coletivo se contarmos com as duas demo-EP’s, adequa-se perfeitamente à sua escola, seguindo as regras estabelecidas e com isso apresenta um conjunto de temas épicos a variar entre os supersónicos, os compassados e os a mid-tempo, sempre com boas estruturas rítmico-instrumentais e com um vocalista em bom nível. No entanto, e mesmo considerando a majestosa introdução, a banda demora a acertar agulhas, sendo que, a primeira metade do disco não atinge os níveis de brilhantismo que se alcançam na segunda metade. Por isso, Veni, Vidi, Vici é um disco sempre em crescendo, ganhando notoriedade a cada tema que passa para atingir o climax no épico final, com os piratas a marcarem presença em Ghosts Of The Seven Seas. E desde já a assumir-se como um dos grandes registos deste início de ano.

Tracklist:
01. Divide Et Impera
02. Veni Vidi Vici
03. Show No Mercy
04. Stand Your Ground
05. Praise Hell
06. Sky Is Falling
07. Burn The Witch
08. Out Of Time
09. Forever Free
10. Under My Command
11. Ghost Of The Seven Seas

Line-Up:
Andreas Larsson – vocais
Dennis Janglöv – guitarras
David Janglöv – guitarras
Nicko DiMarino - teclados
Fredrik Hammar – baixo
Uno Eriksson – bateria

Internet:
Facebook   
Youtube    
Myspace   

Edição: Beyond The Storm Productions   

Sem comentários: