terça-feira, 8 de março de 2016

Review: What Will Prevail (Thornbridge)

What Will Prevail (Thornbridge)
(2016, Massacre Records)
(5.9/6)

Neste seu álbum de estreia os Thornbridge mostram-se ambiciosos de tal forma que se propõem trazer de volta o bom e velho power metal. E a verdade é que o conseguem fazer com muita destreza, apresentando esse power metal com elementos sinfónicos (como a escola italiana), poderoso (como a escola norte-americana), rápido (como a escola alemã) e melódico e virtuoso (como a escola nórdica). Um 4 em 1 perfeitamente concretizado e perfeitamente atualizado. Uma intro majestosa dá origem a um tema compassado e forte na linha do que têm produzido os Gloryful, por exemplo. Depois, The Dragon’s Reborn é rápida, épica e com magníficos coros. Aliás, o objetivo “épico” assenta quem uma luva em todo este trabalho. What Will Prevail marca pontos, ainda, pelas passagens neoclássicas, pelas melodias orelhudas e até por momentos thrashy como em Under The Ice. Mas, é um disco que pode ser dividido em duas partes: a primeira metade verdadeiramente sensacional, a segunda, com menor genialidade, embora, ainda assim, colocada num nível que consegue assegurar bastante qualidade. Portanto, para debutantes, esta é, sem dúvida, uma estreia muito auspiciosa.

Tracklist:
1. Intro
2. Blow Up The Gates Of Hell
3. The Dragon's Reborn
4. What Will Prevail
5. Coachman's Curse
6. Symphony Of The Battlefield
7. Eternal Life
8. Neverwinter Nights
9. Under The Ice
10. Tower Of Lies
11. Galley Of Horror

Line-Up:
Jörg "Mo" Naneder – vocais, guitarras
Patrick "Pat" Rogalski - guitarras
Patrick "Burghi" Burghard - baixo
Maximilian "Lucky" Glück – bateria

Internet:
Website   
Youtube   

Edição: Massacre Records   

Sem comentários: