terça-feira, 26 de abril de 2016

Review: 4 (Wild Rose)

4 (Wild Rose)
(2016, Lions Pride Music)
(5.2/6)

Andy Rock está de regresso aos discos com o quarto álbum dos seus Wild Rose, dois anos, duas alterações de line-up e uma mudança de editora depois de Hit ‘n’ Run. Longe vai o tempo em que este género tinha muito airplay nas rádios, mas isso parece não preocupar estes gregos (e ainda bem!) que continuam fiéis a si próprios criando uma coleção de dez canções melódicas, com belas harmonias vocais e guitarras suaves num AOR/rock melódico em constante piscar de olhos às ondas radiofónicas. 4 é um disco certinho, sem fillers, é verdade, mas também sem grandes explosões de criatividade, de tal forma que o tema que mais fica marcado no final das audições é uma balada: Save The Night. Os Wild Rose preferem, claramente, jogar pelo seguro e pouco arriscam neste disco que acaba por ser uma continuação lógica do que o coletivo tem vindo a fazer. Os fãs sabem o que esperar e certamente gostarão. Os fãs de grupos como Survivor ou Foreigner ou Journey que não conheçam os Wild Rose também podem descobrir o coletivo que não sairão defraudados.

Tracklist:
1. Desperate Heart
2. Love Can Change You
3. Summer Girl
4. Time After Time
5. Love Games
6. Hot Wired
7. Save The Night
8. Broken Hearted
9. Waiting For You
10. Don't Let Me Down

Line-Up:
Andy Rock – guitarra ritmo, teclados
Dirty Haris – teclados
Panos Barkoutsos - baixo
John Bitzios – guitar solo e ritmo
Dimos Thomaidis – bateria
George Bitzios – vocais

Convidado:
Chris Silomma – backing vocals e coros

Internet:
Website              
Facebook                 
Twitter                
YouTube                  

Edição: Lions Pride Music    

Sem comentários: