quinta-feira, 12 de maio de 2016

Review: Dream Machine (Chris Ousey)

Dream Machine (Chris Ousey)
(2016, Escape Music)
(5.9/6)

É um dos mais dotados vocalistas britânicos da atualidade e o seu passado fala por si. O seu nome é Chris Ousey e o seu novo álbum, Dream Machine, sucessor de Rhyme And Reason de 2011 promete voltar a colocar o seu nome no topo do hard rock europeu. Dream Machine é um disco soberbo, onde as guitarras (cortesia de Chris Green e Tommy Denander) brilham intensamente em temas de uma maturidade impressionante. Mas, para além das guitarras, uma secção rítmica coesa e dinâmica ajuda a elevar alguns deste 11 temas a patamares de qualidade intemporal. A cereja no topo do bolo é, indiscutivelmente, a prestação de Ousey, mais uma vez assombrosa em qualquer registo, seja ele mais hard rock ou mais AOR, mais adocicado ou mais puxado. Porque por vezes grandes instrumentistas não fazem grandes álbuns, Dream Machine prova o contrário: grandes instrumentistas e um disco que reúne elegância, personalidade, genialidade, força e poder. Assim, sem mais demoras, Chris Ousey assina um dos melhores álbuns da sua carreira. Rock on!

Tracklist:
1.      This Is the Life
2.      Another Runaway
3.      War
4.      Dream Machine
5.      Tearing It All Down
6.      Into Your Dream
7.      Moment Of Madness
8.      Gone Long Gone
9.      Better Time To Come
10.  Eager To Please
11.  Return To Me

Line-Up:
Chris Ousey vocais
Chris Green – guitarra solo
Adam Wakeman - teclados
Tommy Denander – guitarra solo e ritmo, teclados
Andy Loos - baixo
Lars Chriss - bateria

Edição: Escape Music  

Sem comentários: