quinta-feira, 26 de maio de 2016

Review: Excelsior (Mad Hatter's Den)

Excelsior (Mad Hatter’s Den)
(2016, Inverse Records)
(5.2/6)

Uma curta intro de contornos árabes dá início a um desfilar de onze temas (onde se inclui um outro curto interlúdio instrumental) sob a forma de Excelsior, naquele que é já o segundo trabalho dos Mad Hatter’s Den. O heavy metal clássico é a escola do coletivo e já havia ficado demonstrado na estreia, mas agora, os finlandeses, após algumas mudanças de line-up, reinventam-se e conseguem reinventar o seu metal. Daí até à inclusão de elementos sinfónicos e progressivos e à entrada por campos de power metal foi um saltinho. Aliás, acaba por ser um dos pontos de maior destaque esta ligação, muitas vezes pouco expectável, entre o classicismo e a contemporaneidade no que diz respeito ao metal. Isto resulta num conjunto de temas pouco óbvios, com diferentes recursos, diferentes influências, ideias inovadoras e virtuoso tecnicismo. De Iron Maiden a Nevermore, passando por Manilla Road e até pelo instrumental dos seus conterrâneos Nightwish, Exclesior é um disco que desafia os sentidos, mesmo que por vezes se perca em exageros criativos.

Tracklist:
1.      Eye Of The Storm
2.      Break The Chains Into Black
3.      Birds Of Prey
4.      Masters Of Hate
5.      Trail Of Fears
6.      Through The Unknown
7.      Guardian Angel
8.      Hero’s End At The Silver Gates
9.      Ascension
10.  The Aftermath
11.  Not Of This World

Line-Up:
Arto Pitkänen – bateria
Jarno Vitri – baixo, vocais
Jaakko Hänninen – guitarras
Kari Korhonen – guitarras
Petja Puumalainen - teclados

Internet:
Website   
Facebook   
Youtube   
Twitter   
Instagram   

Edição: Inverse Records  

Sem comentários: