segunda-feira, 25 de julho de 2016

Entrevista: The Codfish Band

Devils Tongue é o registo de apresentação dos The Codfish Band e encontra-se disponível em formato digital numa edição da Farol. A banda nasceu em 2013 em Cascais e apresenta como principal curiosidade o facto de ter lançado este álbum de estreia sem nunca ter atuado. Fiquem com a história.

Olá pessoal, tudo bem? Quem são os The Codfish Band?
Os The Codfish são uma banda de Cascais, terra onde o rock continua a ter um papel importantíssimo. Na voz e guitarra temos o Luís Miguel Afonso, na outra guitarra está o Miguel Ros Rio, o Nuno Escabelado no baixo e na bateria e produção está o Pedro Kystos. O Miguel e o Pedro conhecem-se desde nascença, são irmãos o Nuno já era conhecido dos irmãos e o Luís era a peça que faltava para dar inicio ao projeto.

Gravar um álbum sem nunca terem atuado, não é muito comum. Como aconteceu isso?
A ideia surgiu durante um jantar, como já disse, já nos conhecíamos fazia tempo, há uns  anos atrás, deixamos umas músicas por gravar, mais concretamente o Miguel e o Nuno. E durante esse jantar decidimos gravá-las. Gravar um cd. Um cd para oferecer à família no Natal. Esta foi a ideia inicial. Claro,  convidamos o Luí para assumir as vozes o Pedro não teve escolha, mano mais novo foi “obrigado” a assegurar a bateria,  mal sabíamos, que estávamos a acordar algo adormecido dentro de nós. Dai para a frente foi queimar etapas, nada de concertos a prioridade era compor,  ensaiar e bora lá para estúdio gravar um cd de rock.

E depois do lançamento já atuaram? Como foi essa experiência e como foram as reações?
Ainda ponderamos não dar concertos, mas essa ideia desapareceu tão rapidamente como apareceu. Quando dizemos que nunca atuámos juntos, estamos a falar dos The Codfish Band. Porque já todos nós tínhamos atuado ao vivo.  Em formações diferentes, uns há mais tempo, outros há menos, mas já todos nós demos concertos, portanto não é nenhuma novidade, mas atenção, o facto de não ser novidade, não deixa de ser como se fosse o primeiro e o último.

De onde surge este nome The Codfish Band? Alguma ligação à gastronomia portuguesa?
O nome da banda foi escolhido com muita dificuldade… Tivemos a preocupação de escolher um nome, que sendo em Inglês tivesse ligações com Portugal. The Codfish Band não é a banda do bacalhau, é um cumprimento muito Português já fora de uso, “toma lá um bacalhau” entre músicos as guitarras são bacalhaus, e “bacalhau” além do dito peixe dá para muita coisa.

Como descreveriam a vossa sonoridade?
Rock que sabe a Rock.

Que nomes ou movimentos mais vos influenciam?
AC/DC, Buckcherry, U2, The Cult, Queens Of The Stone Age, Alice In Chains, Soundgarden, Jeff Buckley, The Killers, Joy Division, Jimi Hendrix, Herbie Hancock, Dave Mattews Band, Radiohead, Stone Temple Pilots, Beatles, Faith No More, Pantera, The Cult, Xutos, G’n’R, Rival Sons, Airbourne, Seasick entre outros 

Como foi a criação e gravação deste disco?
Foi nascendo à medida que os dias em estúdio passavam. A ideia era gravar uns temas existentes que nunca tinham visto a luz do dia, com o passar dos dias temas novos iam surgindo e ao mesmo tempo íamos abandonando os temas que deram ideia à gravação deste cd. Mas ainda ficaram alguns. Ao nível da composição de temas novos deixou-se entregue ao Miguel. Hoje olhamos para trás e damos conta da maluqueira que fizemos, ainda por cima tínhamos o tempo de gravação em estúdio contado, “lembro era um cd para oferecer”, dispusemos de 8 horas cada para gravar 12 temas, não é fácil, nem o ideal, mas demos o nosso melhor e saiu quanto a nós um belo cd de rock.

Que mensagem pretendem transmitir com Devil’s Tongue?
Para ser sincero não existiu a preocupação de transmitir mensagens na composição dos temas. Foram abordados temas do nosso dia-a-dia, da nossa vivência, um ou dois temas um pouco mais políticos casos do Mud e do 1000 Lies  mais do que transmitir uma mensagem é a nossa perspetiva da sociedade. Mas no final e como já o dissemos anteriormente, para nós o que este disco realmente transmite é o seguinte; nunca é tarde demais para transformares  o teu sonho em realidade, nunca.

Projetos para o futuro. O que nos podem adiantar? Onde pensam poder chegar
Podemos adiantar que o sucessor de Devil´s Tongue está a caminho e mais não dizemos.

Muito obrigado! Querem acrescentar mais alguma coisa?
Queremos desde já  agradecer à Via Nocturna, por todo o apoio dado à música Portuguesa e neste caso em particular aos The Codfish Band. Beijos e abraços . Um grande Codfish para todos.

Sem comentários: