domingo, 10 de julho de 2016

Review: Spilt Milk (The Last Ditches)

Spilt Milk (The Last Ditches)
(2016, Hyperspace Records/Rocker Records)
(5.6/6)

Imaginem lá a ideia de Randy Pratt: juntar a crueza punk das guitarras e vocais de Walter Lure e Blinky Philips com uma secção rítmica prog-metal criada por ele próprio e por Bobby Rondinelli. A ideia era boa e rapidamente se transformou numa coleção de 13 canções que compõem Spilt Milk, álbum dos The Last Ditches. E de facto, o principal aspeto que salta à vista, são estas 13 pequenas descargas de energia punk rock, na boa escola Sex Pistols ou The Clash, com os vocais a debitar melodias simples e diretas e a guitarra com um som adequadamente áspero. Do lado oposto, também se nota que a secção rítmica não se apresenta tão simples como no habitual punk rock, situação bem percetível no espetacular desempenho do baixo, embora não pareça ser claramente prog-metal. Bom, seja como for, Spilt Milk é um disco interessante, com boas malhas, boas melodias e com algumas surpresas interessantes como a introdução de ritmos vocais rap em Itchin’ For A Fight e Monkey On My Back, a belíssima balada sixties, I Made A Guess, o excelente punk rock ‘n’ roll de I Wanna Be Loved e mais um par de bons temas como Excuse Me, That’s What We Do, Where Am I? ou Kiss This

Tracklist:
1.      Excuse Me
2.      That’s What We Do
3.      Where Am I?
4.      So So-So
5.      Itchin’ For A Fight
6.      I Wanna Be Loved
7.      Monkey On My Back
8.      I Made A Mess
9.      I Get That A Lot
10.  N-O Spells No
11.  A Thing About You
12.  Kiss This
13.  Throw The Dog A Bone

Line-Up:
Walter Lure – guitarras e vocais
Binky Philips – guitarras e vocais
Randy Pratt – baixo e vocais
Bobby Rodinelli – bateria

Internet:
Spotify   

Sem comentários: