quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Review: Magical Ride (Jetbone)

Magical Ride (Jetbone)
(2016, Rootsy Music)
(5.9/6)

Em 2015 os Jetbone lançaram na Suécia Magical Ride e, de facto, seria um crime se este disco ficasse confinado apenas ao seu país. Por isso, ainda bem que a Rootsy Music resolveu pegar neste trabalho e fazer um lançamento internacional já neste ano de 2016. O que os Jetbone fazem é criar um rock ‘n’ roll cheio de influências funky, southern, blues e soul onde se cruzam de forma sensacional sopros, honky tonky, hammonds e coros num conjunto de temas altamente orgânicos, cheio de sentimento live e frenéticos. Por momentos mais orientado para o delta blues, noutros endurecendo o seu som por forma a aproximar-se de um hard rock clássico, os Jetbone conseguem ir variando sistematicamente os truques e argumentos apresentados, permitindo sempre o aparecimento de surpresas acabando por culminar na surpresa maior que é a utilização de um coro infantil no tema título. Magical Ride faz perfeitamente jus ao seu nome e é uma viagem mágica de emoção, jamms, poder e técnica, sempre com uma áurea 60/70’s muito presente. Sem dúvida, um grande disco de rock ‘n’ roll!

Tracklist:
1.      C’Mon
2.      Mixed Emotions
3.      No Way Out
4.      Working Hard For The Money
5.      Woman
6.      Dust In My Eyes
7.      Everybody Needs Somebody To Love
8.      Rosalie
9.      Fifth Time Loser
10.  You Are My Love
11.  Magical Ride

Line-Up:
Alin Riabouchkin – vocais e guitarras
Gustav Sjödin – vocais e baixo
Albin Linder – bateria
Sebastian Bisse Engberg – guitarras
Tobias Bengtsson – piano e órgão

Convidados:
Christer Falk e Per Svelander – sopros
Tuna Church Coir - coros

Internet:
Website   
Facebook   


Edição: Rootsy Music    

Sem comentários: