segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Review: Rapid Foray (Running Wild)

Rapid Foray (Running Wild)
(2016, Steamhammer/SPV)
(5.8/6)

Os Running Wild são uma autêntica instituição dentro do metal e cada álbum lançado acaba por ser um momento de êxtase para os milhões de fãs da banda espalhados pelo mundo. Em 2012 a banda, que ajudou a fundar as regras do que na altura se chamava de speed metal, entrou na vasta família da Steamhammer/SPV e desde essa altura já lá vão três discos, contando com este Rapid Foray. O carismático líder Rock ‘n’ Rolf Kasparek continua igual a si próprio e se a idade tem passado por ele, sinceramente, nem se dá conta. Também por isso Rapid Foray é um disco à Running Wild, sendo perfeitamente percetível o seu DNA caraterístico. Mas Rapid Foray não deixa de ser um disco que merece ser analisado detalhadamente. Porque tem contrastes que o valorizam. Por um lado, temos as habituais linhas frásicas simples (nomeadamente nos refrães) que não complicam a participação dos seus fãs nos gigantescos coros ao vivo. Mas, visto sobre outro prisma, arriscaríamos afirmar que os germânicos nunca tinham construído um disco com tanta complexidade instrumental. Ouçam, por exemplo o épico final, The Last Of The Mohicans, com mais de onze minutos e comprovem-no. Já agora… um tema tão bem conseguido que os onze minutos parece que passam… em segundos! Bem, a entrada por campos mais complexos já ia surgindo nos temas anteriores, mas é nesse final estrondoso que mais se revela. Para além disso, Rapid Foray é também um disco diversificado. Uma abertura compassada dá lugar à thrashada que é Warmongers (um dos temas mais ásperos da banda). Depois vem Stick To Your Guns onde as harmonias criadas pelas guitarras mostram o elevado ponto de evolução que atingiu o processo de composição na banda – a tal complexidade que falávamos já aqui se começa a notar! Em By The Blood In Your Heart surge a influência celta de uma gaita-de-foles e The Depth Of The Sea – Nautilus é um instrumental de enorme classe. Apenas exemplos de como Rapid Foray se torna, de repente, num disco de uma audição extremamente agradável. Porque aqui há boas canções, porque há uma excelente produção, porque os músicos são competentes e porque ainda há, ao fim de tantos discos e tantas canções, capacidade criativa suficiente para continuar a explorar, a evoluir e a… surpreender!

Tracklist:
1. Black Skies, Red Flag
2. Warmongers
3. Stick To Your Guns
4. Rapid Foray
5. By The Blood In Your Heart
6. The Depth Of The Sea – Nautilus
7. Black Bart
8. Hellestrified
9. Blood Moon Rising
10. Into The West
11. Last Of The Mohicans

Line-Up:
Rock N’ Rolf – vocais, guitarras
Peter Jordan – guitarras
Ole Hempelmann – baixo
Michael Wolpers – bateria

Internet:
Website    
Twitter   
Facebook   

Edição: Steamhammer/SPV   

Sem comentários: