terça-feira, 22 de novembro de 2016

Review: Ghost Ship (Theocracy)

Ghost Ship (Theocracy)
(2016, Ulterium Records)
(6.0/6)

As The World Bleeds, anterior álbum dos Theocracy já saiu em 2011. Nestes últimos cinco anos a banda de Matt Smith ainda viu a sua editora reeditar o seu álbum homónimo de estreia. Mas o que os fãs queriam mesmo era um novo álbum de originais. E, finalmente, aí está ele na forma de Ghost Ship. E o que dizer? De uma forma simples e direta que a espera valeu bem a pena e que Ghost Ship consegue superar (e olhem que não era fácil!) As The World Bleeds. As sensacionais linhas melódicas estão lá de forma ainda mais sofisticadas, mas a banda aumentou a dose de peso conseguindo uma dualidade peso/melodia extremamente interessante. A produção é poderosa conseguindo-se um som forte e atual, com as guitarras a sacarem riffs monumentais de tal forma densos que o início de The Wonder Of It All parece cair em campos death metal (até os blastbeats estão presentes!). Antes disso, Paper Tiger e Ghost Ship apresentam-se como sendo dois dos melhores momentos já criados pelos Theocracy e depois, Wishing Well está numa onda mais compassada, próximo de uns Avantasia e Around The World And Back é outro dos temas que se perceciona vir a ser histórico para a banda. Entre peso e melodia, Ghost Ship vai avançando até ao final épico de Easter, único tema longo (cerca de 10 minutos) e definidor da qualidade deste disco. Um encerramento em grande nível de um disco fabuloso de heavy metal melódico.

Tracklist:
01. Paper Tiger
02. Ghost Ship
03. The Wonder Of It All
04. Wishing Well
05. Around The World And Back
06. Stir The Embers
07. A Call To Arms
08. Currency In A Bankrupt World
09. Castaway
10. Easter

Line-Up:
Matt Smith - vocais
Val Allen Wood – guitarra solo
Jonathan Hinds - guitarras
Jared Oldham - baixo

Internet:
Website   

Edição: Ulterium Records   

Sem comentários: