quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Review: The Last Goodbye (Thy Shade)

The Last Goodbye (Thy Shade)
(2016, Massacre Records)
(6.0/6)

Quando se junta uma voz fantástica (de verdadeira diva) com uma capacidade invulgar de criar canções com belíssimas melodias e arranjos extremamente ricos, o resultado é… The Last Goodbye, trabalho de estreia do duo formado por Diana Shade e Mane Cabrales (Dimension) e que respondem pelo nome de Thy Shade. Este é um disco de metal sinfónico como há muito não ouvíamos e que reúne tudo o que de melhor se tem apresentado neste segmento, de Nightwish a Therion. Os jogos vocais e coros são verdadeiramente extraordinários, sendo que a colaboração do tenor Alex Sierra permite criar verdadeiras delícias nesse campo. E depois, para quem gosta de introduzir guturais, ouçam Final Chapter e aprendam como se faz. O responsável é Eloy F. que faz segundas vozes melódicas a… berrar! Sensacional! Do conjunto de onze temas, três são versões, sendo de destacar Adagio (de Tomaso Albinoni) numa recriação fenomenal que chega a arrepiar. As outras são de Oh Divine Redeemer, de Charles Gounod e Inneggiamo de Pietro Mascagni. Mas mesmo nos temas originais, as estruturas são fortemente influenciadas pelo classicismo, sendo que as partes metálicas não deixam nunca de estar presentes, destacando-se o soberbo lead inicial de Change, a rapidez e riffs de Fantasy ou a mágica criatividade rápida e pesada de Final Chapter. The Last Goodbye é um trabalho épico de enormes proporções sinfónicas, operáticas e corais e Thy Shade um nome a ter em conta nos próximos tempos.

Tracklist:
1. Prelude
2. Change
3. The Last Goodbye
4. Fantasy
5. Adagio
6. Final Chapter
7. O Divine Redeemer
8. Dies Irae
9. Bring The Light Back
10. Inneggiamo
11. Pie Jesu

Line-Up:
Diana Shade – vocais e piano
Mane Cabrales – bateria, guitarras e baixo

Músicos convidados:
Alex Sierra - tenor
David Quicho – solos de guitarra
Eloy F. - guturais

Internet:
Facebook   
Twitter   
Youtube   

Edição: Massacre Records   

Sem comentários: