domingo, 29 de janeiro de 2017

Review: Talisman (Rust On The Rails)

Talisman (Rust On The Rails)
(2017, Independente)
(5.1/6)

Cody Beebe traz o sentiment roots Americano; Blake Noble o australiano. Juntos fundam o projeto Rust On The Rails, juntamente com mais dois músicos – Eric Miller e Chris Lucier (curiosamente, cada um deles oriundo dos mesmos projetos dos mentores) e Talisman é o disco de estreia. Apresentações feitas, concentremo-nos nesta rodela de 11 temas que variam do rock ao delta blues, de ritmos fortes e tribais a melodias introspetivas e melancólicas. Secrets e o tema final Foolish Pride (num delirante ritmo funk) são os dois momentos mais altos de um disco certinho e perfeitamente esclarecedor quanto às ideias baseadas nas origens musicais dos dois países. Mas que, no entanto, peca por alguma falta de clarividência em alguns momentos, com temas alguns furos abaixo do que estes músicos já fizeram nas suas bandas originais. O didgeridoo, cortesia Blake Noble, confere, efetivamente, um toque exótico e os momentos verdadeiramente roots são minimamente interessantes. Mas as derivações para alguns momentos de rock mais tradicional não se mostram tão bem conseguidos, principalmente porque a banda entra em estagnação e não explode, não dá o salto, mantendo-se, diríamos, em lume brando. Salientando este abraço entre músicos tão afastados geograficamente, Talisman fica a saber a pouco dado o histórico dos músicos envolvidos.

Tracklist:
1.      Every Little Thing
2.      Trip
3.      Abbott And Costello
4.      Secrets
5.      Lost And Found
6.      Far Cry
7.      Crutch
8.      Play The Fool
9.      Love And Lace
10.  Can You Feel It?
11.  Foolish Pride

Line-up:
Cody Beebe – vocais, guitarras
Blake Noble – guitarras, didgeridoo
Eric Miller - baixo
Chris Lucier - bateria

Internet:
Website   
Twitter   
Facebook   

Sem comentários: